"Meu marido também é vítima da sociedade", diz Mayra Cardi ao defender reconciliação com Arthur Aguiar - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Relacionamento polêmico13/01/2022 | 09h03Atualizada em 13/01/2022 | 09h06

"Meu marido também é vítima da sociedade", diz Mayra Cardi ao defender reconciliação com Arthur Aguiar

Empresária e influenciadora digital afirmou que o ator "não poderia fazer o que fez, mas foi educado dessa maneira", fazendo referência às traições do passado

"Meu marido também é vítima da sociedade", diz Mayra Cardi ao defender reconciliação com Arthur Aguiar @arthuraguiar Instagram / Reprodução/Reprodução
Arthur Aguiar e Mayra Cardi têm uma filha, Sophia, de três anos Foto: @arthuraguiar Instagram / Reprodução / Reprodução

O nome da empresária e influenciadora digital Mayra Cardi está entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta quarta-feira (12). Isso porque um trecho de uma participação dela no podcast de Joel Jota, no qual ela comenta por que reatou o casamento com o ator Arthur Aguiar, repercutiu nas redes sociais e foi bastante criticado por internautas. 

Na conversa, Mayra disse receber relatos de mulheres que não reatam relacionamentos por conta do amor-próprio e questionou a atitude. 

— As mulheres que me encontram na rua e falam: "Eu não vou admitir, eu amo o meu marido, mas eu não vou voltar com ele porque eu me amo". Eu falo para ela: "Não é que você se ama, é que você tem orgulho. Porque se você se amasse, você não estaria fazendo isso com você'" — opinou ela no bate-papo, que foi ao ar há três semanas no YouTube. 

Mayra e Arthur protagonizaram uma das separações mais comentadas das redes sociais em 2020, com trocas de farpas em vídeos e postagens. Na época, a empresária expôs diversas traições do ator e chegou a afirmar que viveu um relacionamento abusivo. 

Eles anunciaram a volta do relacionamento em outubro do ano passado. No podcast, Mayra afirmou que as mulheres confundem orgulho com amor-próprio. 

— Você acabou de me dizer que está sofrendo, mas não volta. O nome disso é orgulho, e não amor-próprio. Amor-próprio é fazer aquilo que te faz bem. Se te faz bem estar com ele, é (por) orgulho que você não está voltando. Então a gente confunde muito amor-próprio com orgulho — comparou. — Se ela botar na balança e ele fizer mal, não volta. Mas não voltar por orgulho, porque se ama e acha que isso é amor-próprio, não. Isso é ego.

Confira o trecho:

Ao relembrar as polêmicas com o atual marido, com quem tem uma filha, Sophia, de três anos, ela afirmou que ele chegou a se relacionar com prostitutas enquanto ela estava grávida. Para ela, essa atitude também tem a ver com a criação dos homens na sociedade.

— Meu marido, e não é defendendo, também é uma vitima da sociedade. Tem uma parcela de culpa, de responsabilidade, não poderia fazer o que fez, mas foi educado dessa maneira. A mesma mãe que educa a filha para ser uma princesa educa o filho para "comer" o maior número de mulheres — opinou. 

de mulheres — opinou. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros