Uma canção feita para celebrar novo momento - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Piquetchê do DG10/01/2022 | 15h35Atualizada em 10/01/2022 | 15h35

Uma canção feita para celebrar novo momento

Peões e prendas do MTG lançamfaixa Sinuelo de Luz para marcar aretomada do movimento.

Uma canção feita para celebrar novo momento Rogério Bastos / MTG/Divulgação/MTG/Divulgação
Clipe teve cenas gravadas nas Ruínas das Missões Foto: Rogério Bastos / MTG/Divulgação / MTG/Divulgação

Para marcar o trabalho das prendas e peões da gestão 2021/2022 do Movimento Tradicionalista 

Gaúcho (MTG), o primeiro peão, Ramiro Bregles, autor da letra, o terceiro peão, Andrei Caetano, autor da música, e Daniel Forrati, arranjador, lançaram, nos últimos dias de 2021, a canção que simboliza o trabalho dos tradicionalistas: 

Sinuelo de Luz. 

Com locações no CTG Tio Bilia e nas ruínas de São Miguel das Missões, o clipe foi um marco para os jovens tradicionalistas. 

- O mundo parou. Nós paramos. Depois dessa pausa, olhamos mais para dentro de nós, enxergamos o outro como gostaríamos que ele nos enxergasse. Refletindo sobre os ensinamentos desse tempo, as prendas e peões do Rio Grande do Sul entregam ao mundo a canção Sinuelo de Luz. Nela, a alma desses jovens vitoriosos de seu tempo. É a marca do chamamento para o novo - afirma Ramiro.  

Ele, que foi eleito primeiro peão farroupilha para o período 2021/2022, participa do Movimento Tradicionalista Gaúcho desde os seis anos, quando ingressou na invernada artística.

- É uma grande responsabilidade ter feito esse lançamento, e estou muito feliz e orgulhoso com o resultado - comenta Ramiro.


Retomada

A canção, que teve a participação ainda de Leônidas da Silva (gaita-piano), Andrei Caetano e Christian Piuco (violão), Fernando Matielli (contrabaixo) e Amanda Kothe, Ana Luísa Antoniolli, Andrei Caetano, Diogo Rodrigues, Maria Eduarda Lima e Natália Bernardo (nos vocais), é mais uma marca de Ramiro nas novas funções. Ele espera, ainda, que os eventos do gênero sigam num movimento de retomada, com responsabilidade

- Com o apoio de todos os tradicionalistas, estamos retomando nossas atividades com muita cautela. Durante a pandemia, o MTG não parou, muitas atividades online foram realizadas. Temos alguns meses de gestão e queremos fazer muito em prol da cultura gaúcha - afirma.

Já Rogério Bastos, da comunicação do MTG, destaca a importância da iniciativa:

- A ideia dessa canção é que eles iluminariam o caminho no meio da pandemia,  para que destravasse a engrenagem. Estamos buscando a luz no fim do túnel.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros