Dani Calabresa fala sobre divórcio de Marcelo Adnet: "Muito dolorido" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Memórias22/02/2022 | 08h59Atualizada em 22/02/2022 | 08h59

Dani Calabresa fala sobre divórcio de Marcelo Adnet: "Muito dolorido"

Humorista reflete sobre as consequências da exposição de sua vida íntima

Dani Calabresa fala sobre divórcio de Marcelo Adnet: "Muito dolorido" Paulo Violeta / TV Globo/Divulgação/TV Globo/Divulgação
Apesar dos momentos difíceis, dupla seguiu amiga após divórcio Foto: Paulo Violeta / TV Globo/Divulgação / TV Globo/Divulgação

Cinco anos após seu conturbado divórcio do humorista Marcelo Adnet, Dani Calabresa relembrou, em entrevista ao jornal Extra, divulgada neste domingo (20), os traumas que viveu na época da separação. Segundo a humorista, a ampla divulgação dos detalhes de sua vida íntima foi algo com que ela precisou aprender a lidar. Atualmente, Dani é noiva do publicitário Richard Neuman.

— Enfrentar uma separação sendo famosa foi muito dolorido. Passei por traição, exposição, julgamento... Eu queria tomar as decisões com o meu coração, mas parecia que eu tinha que agradar às pessoas. Umas pediam que eu me separasse, outras que eu perdoasse, outras vinham com mentiras e pioravam tudo. Eu, sensível demais, tive que aprender a não levar tão a sério os comentários na internet, pela minha saúde mental —afirmou.

A artista ainda explicou que, mesmo que seja conhecida, nunca esperou ter que lidar com pessoas dando palpites sobre sua vida ou a relacionando a polêmicas. 

— Vivi momentos muito felizes nesse meu primeiro casamento e também outros muito difíceis, que eu gostaria que tivessem sido resolvidos debaixo do teto da minha casa. Por carinho aos meus fãs, falo sobre isso, para mostrar que a gente cola os pedaços e segue em frente.

Apesar dos momentos complicados, a humorista afirma que sua relação com Adnet permaneceu saudável após um primeiro afastamento pós-término.

— Inicialmente, achei melhor cortar relações, não forçar a amizade. Ficamos distantes por um tempo, mas depois não houve opção, precisávamos gravar juntos a Escolinha do Professor Raimundo. Foi até uma maneira de lembrar que a gente tem carinho e admiração profissional um pelo outro e que isso não vai morrer. A gente torce, troca mensagem carinhosa desejando boa sorte, elogiando o trabalho. Falo com a família dele também. Está tudo ok.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros