Adriane Galisteu pede desculpas por termo racista em conversa com Nanda Costa - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Repensou a fala01/03/2022 | 13h01Atualizada em 01/03/2022 | 14h40

Adriane Galisteu pede desculpas por termo racista em conversa com Nanda Costa

"Me perdoe pela minha ignorância", disse a apresentadora nas redes sociais

Adriane Galisteu pede desculpas por termo racista em conversa com Nanda Costa @galisteuoficial Instagram / Reprodução/Reprodução
Foto: @galisteuoficial Instagram / Reprodução / Reprodução

A apresentadora Adriane Galisteu usou os Stories do seu perfil do Instagram nesta segunda-feira (28) para pedir desculpas por ter usado um termo racista em conversa com a atriz Nanda Costa na rede social. Na mensagem, Adriane havia utilizado a expressão "ama de leite", que remete à escravidão. 

— Passando para pedir desculpa por um termo errado, inadequado, que eu usei quando estava falando sobre amamentação em um post da Nanda Costa. A quem eu magoei, me perdoe pela minha ignorância  — disse ela.

Ao interagir com a atriz na publicação, a apresentadora havia escrito que durante a amamentação "tinha ama de leite ajudando a lidar".

Ainda no vídeo de desculpas, disse que não vestirá o "terno de preconceituosa".

— Não adianta que não vou vestir um terno que não cabe em mim. Se tem um terno que não veste em mim é o de racista e preconceituosa. Essa não sou eu e esse terno eu não visto de jeito nenhum — concluiu.

No ano passado, Nanda Costa deu à luz as gêmeas Kim e Tiê, frutos de seu relacionamento com a esposa Lan Lanh. O casal anunciou a gravidez em junho no programa Fantástico. O processo de engravidar foi longo, em método de fertilização in vitro (FIV). Nanda congelou os óvulos em 2020, aos 32 anos. Em 19 de outubro, as pequenas vieram ao mundo

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros