Guri de Uruguaiana e o causo do chapéu perdido - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Só se Fala Noutra Coisa!09/04/2022 | 10h00Atualizada em 09/04/2022 | 10h00

Guri de Uruguaiana e o causo do chapéu perdido

Gaudério também convida para a temporada de shows no Theatro São Pedro

Guri de Uruguaiana e o causo do chapéu perdido Fabrício Eckhard / Divulgação/Divulgação
A astúcia do povo me impressiona, vivente! Foto: Fabrício Eckhard / Divulgação / Divulgação

Chê! Presta atenção neste causo que aconteceu numa igreja lá em Bagé. Um bagual estava preocupado, porque perdeu seu chapéu favorito. Mas, ao invés de comprar um novo, resolveu ir à igreja e roubar um chapéu do vestíbulo, onde as pessoas costumavam deixar pertences antes da missa. 

O bagual entrou na igreja e escutou o sermão inteiro sobre os Dez Mandamentos. Depois da missa, foi cumprimentar o padre, apertou forte a mão dele e disse: 

– Quero lhe agradecer, padre, por salvar a minha alma hoje. Tenho que confessar, perdi meu chapéu e vim à igreja só para roubar outro de algum dos seus fiéis. Mas, depois de ouvir seu sermão sobre os Dez Mandamentos, mudei de ideia! 

– Ah, sim, meu jovem. Foi o oitavo mandamento: "Não roubarás", que tocou o seu coração? – questionou o religioso.

– Não, seu padre. Foi aquele sobre adultério. Me fez lembrar onde eu deixei o meu chapéu – respondeu o bagual.

Tratamento Impessoal

coluna do guri de uruguaiana, 9 e 10 de abril de 2022<!-- NICAID(15063369) -->
Que falta de opção, chê!Foto: Fabrício Eckhard / Divulgação

Este causo aconteceu em um banco lá no Alegrete. O gerente chamou o funcionário recém-admitido na sala dele e perguntou, bem sério: 

– Qual é o seu nome? 

– É José, senhor – respondeu ele. 

– Mas, tchê! Eu não sei em que espelunca trabalhou antes, mas aqui, neste banco, nós não chamamos as pessoas pelo primeiro nome. É muito impessoal. Todos são tratados pelo sobrenome. O Ribeiro, o Matos, o Souza... Só! Pode me chamar de Sr. Mendonça, ok? 

– Está certo, Sr. Mendonça. – respondeu o homem. 

– Bem, agora vou perguntar de novo: qual é o seu nome? – disparou o chefe.

O empregado respondeu: 

– Meu nome é José Paixão.

– Então pode ir para sua mesa, José – dissse o gerente.

Os shows vão começar!

coluna do guri de uruguaiana, 9 e 10 de abril de 2022<!-- NICAID(15063367) -->
Vai ser uma temporada louca de especial!Foto: Tiago Andrade / Divulgação

Chê! Estou mais ansioso do que cusco em canoa! No dia 14, começa a minha grande temporada de shows no Theatro São Pedro para celebrar duas décadas  de carreira! É o Festival Guri de Uruguaiana – 20 Anos de Humor

Serão oito espetáculos, de quinta a domingo! 

TE PROGRAMA!

/// Quando: nos dias 14 e 21, às 21h (Os Causos do Guri), 15 e 22, às 21h (Guri e Banda), 16 e 23, às 21h (Guri 2: a Missão), 17 e 24, às 18h (Programa do Guri). 

/// Onde: Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº, na Capital).

/// Quanto: ingressos entre R$ 15 e R$ 90 (por sessão), à venda em sympla.com.br.

TIRINHA

tirinha, coluna do guri de uruguaiana, 9 e 10 de abril de 2022<!-- NICAID(15063366) -->
Foto: Artebiz / Divulgação


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros