Mulherada em destaquena Serra  - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Piquetchê do DG24/05/2022 | 11h40Atualizada em 24/05/2022 | 11h40

Mulherada em destaquena Serra 

Segunda edição do festival Galpão das Patroas acontece no próximo sábado, em Bento Gonçalves, reunindo 17 artistas.

Mulherada em destaquena Serra  RBS TV / Divulgação/Divulgação
Analise é uma das atrações Foto: RBS TV / Divulgação / Divulgação

Neste sábado (28), Bento Gonçalves recebe a segunda edição de um evento fundamental para as mulheres do nativismo gaúcho: o festival Galpão das Patroas. Diferente da edição de estreia, desta vez o encontro será presencial. De acordo com um dos organizadores, Cassio Scherer, um dos diferenciais desta edição, que acontecerá na Associação Bentogonçalvense da Cultura Tradicionalista Gaúcha, é que todos os recursos arrecadados com os ingressos serão repassados para o Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul. 

- O projeto tem como objetivo fomentar a igualdade de gênero na cultura nativista e dar visibilidade para as artistas gaúchas, utilização da arte como ferramenta de comunicação e empoderamento feminino. Acreditamos que, com estas ações, vamos estimular o surgimento de novas artistas, não só da cultura gaúcha. Teremos, ainda, a construção de um ambiente decorado para os shows, que certamente irá gerar uma experiência impar para o público presente - afirma Cassio.

Novo conceito

Entre as 17 atrações (confira a lista completa no box) estão nomes consagrados como Fátima Gimenez, Shana Muller, Maria Luiza Benitez, Analise Severo e novas caras do nativismo, como Luiza Barbosa e Bibiana Alves. 

- O Galpão das Patroas é um festival sem competição, que fortalece a presença feminina nos palcos do Rio Grande do Sul, um novo conceito de preservação e valorização da mulher na cultura gaúcha. Uma mostra musical que reúne as gerações de artistas da música regional. É uma  oportunidade ímpar que o público terá de ver novas gerações da música tradicionalista, dividindo o palco com artistas já consagradas - destaca Analise. 

Já Bibiana destaca a importância do festival para que nova artistas tenham o estímulo de seguir na música nativista:

- O evento é uma baita iniciativa, mostra a força e o empoderamento das mulheres na nossa música gaúcha. É uma honra dividir o palco com artistas consagradas da nossa música, que sempre admirei. É admirável esse tipo de evento. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros