Como é feita a cirurgia plástica íntima - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo28/06/2022 | 16h19Atualizada em 04/07/2022 | 14h35

Como é feita a cirurgia plástica íntima

Apesar de ser considerada uma cirurgia estética, corrige problemas funcionais.

Como é feita a cirurgia plástica íntima Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Tenho 42 anos, e os lábios da minha vagina estão enormes. Estou evitando até fazer sexo por isso. Me contaram que, no Brasil,existe uma cirurgia que repara isso. Como funciona?

Este procedimento é chamado de ninfoplastia ou labioplastia. Consiste em uma cirurgia estética na região íntima, que reduz o tamanho dos pequenos lábios vaginais. 

Apesar de ser considerada uma cirurgia estética, corrige problemas funcionais. Às vezes, pacientes com pequenos lábios muito volumosos podem sentir dor durante a relação sexual, incômodo ao usar roupas muito apertadas ou praticar atividade física, além de constrangimentos que podem desencadear problemas psicológicos e afetar a vida sexual.

O Brasil registra, em média, 21 mil cirurgias desse tipo por ano, o que coloca o país em primeiro lugar no ranking mundial.

Leia outras colunas

Autoestima

A ninfoplastia melhora a autoestima de mulheres que têm vergonha do seu corpo e que se sentem mal por ter os lábios vaginais grandes, além de prevenir infecções, porque os pequenos lábios com grande volume podem levar ao acúmulo de secreções.

O que explica esse maior interesse das mulheres brasileiras pela cirurgia íntima é o fato de enfrentarem muita pressão social por modelos ideais de aparência. Por isso, buscam procedimentos estéticos com cada vez mais frequência para melhorar a autoestima e a aceitação alheia. 

A liberdade sexual das mulheres também contribui para uma maior procura pela ninfoplastia. Procure um ginecologista para avaliar seu caso.

caso.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros