"Tem problemas, como qualquer outra novela", diz Osmar Prado após boatos de brigas em "Pantanal" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Bastidores27/06/2022 | 10h08Atualizada em 27/06/2022 | 10h09

"Tem problemas, como qualquer outra novela", diz Osmar Prado após boatos de brigas em "Pantanal"

Intérprete do Velho do Rio assumiu que teve embates com atores mais jovens da produção

"Tem problemas, como qualquer outra novela", diz Osmar Prado após boatos de brigas em "Pantanal" João Miguel Júnior / Globo/Divulgação/Globo/Divulgação
Osmar Prado vive o Velho do Rio em "Pantanal" Foto: João Miguel Júnior / Globo/Divulgação / Globo/Divulgação
GZH
GZH

A julgar pelo que é mostrado nas redes sociais dos membros do elenco de Pantanal, a temporada de gravações no Mato Grosso do Sul são só sorrisos, diversão e paisagens bonitas. Mas e fora dos stories?

Recentemente, a Veja informou, sem revelar fontes, que Osmar Prado estava sendo alvo de queixas por parte do elenco mais jovem. O veterano vive o Velho do Rio na produção e, segundo as reclamações, estava sendo "autoritário" e tinha um temperamento difícil.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ator de 74 anos decidiu explicar seu ponto de vista sobre as supostas brigas:

— Não tive problemas. Na verdade, nós tivemos alguns embates. Eu, por exemplo, sou um ator que cobro muito porque estudo. Quando tenho cena para gravar, sei de cor e salteado o texto. Alguns deles não têm esse cuidado. A minha cobrança é para que a cena seja bem-feita. 

Osmar reclamou que foi denunciado por ter comportamento de estrela, ser ignorante e agressivo. Segundo ele, se isso fosse verdade, a pessoa que o denunciou teria "mostrado a cara".

— Eu conversaria e pediria desculpas, se tivesse agido errado. O que não aconteceu. Com 74 anos de idade e quase 60 anos de carreira, eu vou me comportar como estrela? Tenho plena consciência da minha importância e desimportância em qualquer processo artístico — ressaltou.

O veterano também criticou a "vaidade" de alguns atores e rebateu a acusação de que teria um "temperamento difícil".

— O meu temperamento não é afável. Sou enfático no que falo, no que faço, mas mau caráter eu não sou. A cena que fiz com José Loreto quando o Velho do Rio conta que ele é filho do amor de Zé Leôncio, ele veio com tudo perfeito. Foi uma cena incrível e toda a equipe chorou — detalhou. — Eu pergunto: "É assim que age uma estrela veterana?" Tenho certeza de que nenhum ator ou atriz não tem alegria de contracenar comigo. Atingi um nível que a minha vaidade não fala mais alto do que a minha inteligência e sensibilidade.

Osmar disse ainda que o clima nos bastidores, de modo geral, é variado:

— Quando você reúne profissionais da arte de representar e um punhado de técnicos em um lugar distante e diferente como o Pantanal, é claro que o clima é variado, o humor é variado. Tem momentos ótimos, bons, difíceis e dramáticos, que precisam ser contornados. Não é uma reunião de monges no mosteiro. Nãooo! São seres humanos. Existem problemas, como em qualquer novela.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros