Michele Vaz Pradella: atualizações mais do que necessárias em "Pantanal" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Noveleiros02/07/2022 | 10h00Atualizada em 02/07/2022 | 10h00

Michele Vaz Pradella: atualizações mais do que necessárias em "Pantanal"

Cenas como as das queimadas não existiam na versão original

Michele Vaz Pradella: atualizações mais do que necessárias em "Pantanal" João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação/TV Globo/Divulgação
Personagem de Osmar Prado não conseguiu evitar a tragédia Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação / TV Globo/Divulgação

Apesar de ser um clássico e, portanto, ter muitos elementos atemporais, o texto de Pantanal precisava de atualizações ao ser adaptado. Afinal, são mais de 30 anos entre a primeira versão e a que está no ar. O mundo mudou, e com ele, a história original de Benedito Ruy Barbosa precisava de alterações condizentes com os dias de hoje. Ponto para Bruno Luperi, que tem feito com maestria as mudanças essenciais desta releitura.

A chegada da modernidade na fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira) impressionou os moradores da região, que até então viviam alheios à tecnologia. Jove (Jesuíta Barbosa) tanto insistiu que convenceu o pai a colocar sinal de internet e celular em pleno Pantanal. 

Cenas parecidas movimentaram a trama de 1990, com a diferença que, na época, a grande inovação era a antena parabólica, possibilitando que os moradores assistissem aos jogos da Copa do Mundo.

Triste realidade

Osmar Prado em Pantanal<!-- NICAID(15135307) -->
Tristeza do Velho do Rio comoveu o públicoFoto: Reprodução / Globoplay

As cenas mais chocantes da semana em Pantanal foram as que mostravam as queimadas na região. Inexistentes na novela anterior, as sequências foram mais do que necessárias nessa atualização, pois a destruição do bioma é um fato lamentável e atualíssimo, que precisa ser mostrado. 

As imagens exibidas, infelizmente, são reais, e foram gravadas em 2020, quando o fogo destruiu boa parte da fauna e da flora no local. Foi impossível não chorar junto com o Velho do Rio (Osmar Prado) ao ver a tragédia.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros