Reencontro com Salete e trabalho no teatro: por onde anda Vanessa Gerbelli, a Lindinha de "O Cravo e a Rosa" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Personagem marcante04/07/2022 | 14h22Atualizada em 04/07/2022 | 14h24

Reencontro com Salete e trabalho no teatro: por onde anda Vanessa Gerbelli, a Lindinha de "O Cravo e a Rosa"

Última novela da atriz de 48 anos na Globo foi "Novo Mundo", de 2017

Reencontro com Salete e trabalho no teatro: por onde anda Vanessa Gerbelli, a Lindinha de "O Cravo e a Rosa" Nelson Di Rago / Globo,Divulgação/Globo,Divulgação
Vanessa Gerbelli estreou na TV como Lindinha em "O Cravo e a Rosa" Foto: Nelson Di Rago / Globo,Divulgação / Globo,Divulgação
GZH
GZH

O ano era 2000 e Vanessa Gerbelli estreava na TV como Lindinha, a caipira apaixonada por Petruchio em O Cravo e a Rosa, novela que está sendo reprisada atualmente na Globo. Sem medir esforços para impedir a relação do amado com Catarina, a personagem caiu nas graças do público e foi o ponta-pé para uma carreira de sucesso da atriz na emissora.

Antes, Vanessa (que tem formação em Pintura, e não em Artes Dramáticas) trabalhava apenas no teatro. Mas, depois de Lindinha, ela emplacou trabalhos marcantes como em Mulheres Apaixonadas, no qual interpretou Fernanda, a mãe de Salete, que era vivida por Bruna Marquezine — em uma das cenas que entraram para a história da dramaturgia, a personagem é vítima de balas perdidas durante um assalto, enquanto a filha observa, desesperada. 

fernanda, mulheres apaixonadas, vanessa gerbelli<!-- NICAID(14607446) -->
Vanessa Gerbelli atuou em "Mulheres Apaixonadas"Foto: Renato Rocha Miranda / TV Globo/Divulgação

Nos anos seguintes, Vanessa viveu personagens relevantes como Amapola em Kubanacan e Tancinha em Da Cor do Pecado. Em 2014, após uma temporada na Record, ela voltou à emissora de origem e trabalhou em produções como Em Família e Malhação: Seu Lugar no Mundo

Seu último trabalho na Globo foi em 2017, em Novo Mundo. Na novela, ela interpretou a misteriosa Maria Amália, uma portuguesa que chega no Brasil sem memória, após anos enclausurada em um convento.

— É engraçado quando acontece de ligar a TV e passar alguma cena minha. Eu levo um susto, porque estou sem fazer televisão aberta há quatro anos. Esqueço até que estou tão presente assim. É sempre um prazer reconhecer a nossa trajetória — disse a atriz, em entrevista ao portal Notícias da TV, em março deste ano.

Apesar de não fazer novelas há cinco anos, Vanessa não tem passado os últimos anos parada. Hoje com 48 anos, a atriz tem se dedicado ao teatro e atuado em séries para serviços de streaming.

Recentemente, ela trabalhou na série da Netflix Maldivas, em que voltou a viver a mãe da personagem de Bruna Marquezine — agora, elas foram Patrícia e Liz, que precisaram se separar no passado por conta de um crime misterioso.

Até março deste ano, Vanessa também esteve no espetáculo Copacabana Palace – O Musical, ao lado de Claudio Lins e Suely Franco — a Mimosa de O Cravo e a Rosa. Antes deste projeto, ela também apareceu na peça Sombras no Final da Escadaria.

De 2019 a 2020, a atriz trabalhou na série A Divisão, original do Globoplay. Na mesma época, ela também atuou nos filmes Amor Assombrado e Socorro, Virei uma Garota.

A atriz disse que, sem contratos fixos com uma emissora, consegue ter mais flexibilidade na escolha de seus papéis.

— Essa liberdade tira um pouco da repetição de padrão dos mesmos tipos de personagens. Por outro lado, prejudica a estabilidade financeira e  demanda mais planejamento. Diversificar tem a ver comigo, sim. Gosto de experimentar coisas novas — explicou.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros