Giuliano é oferecido, e Grêmio negocia com o Dnipro - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Sonho antigo06/06/2014 | 09h31

Giuliano é oferecido, e Grêmio negocia com o Dnipro

Meia tem contrato com o time ucraniano até o meio de 2015

Giuliano é oferecido, e Grêmio negocia com o Dnipro Diego Vara/Agencia RBS
Giuliano, 24 anos, quer voltar ao Brasil após três anos na Ucrânia Foto: Diego Vara / Agencia RBS
Giuliano, eleito craque da Libertadores 2010 pelo Inter e com passagens pela Seleção Brasileira, foi oferecido ao Grêmio nos últimos dias. Um empresário trouxe ao Olímpico uma proposta com valores que o Dnipro-UCR exigiria para aceitar a negociação. Investidores já foram acionados e deram sinal verde para bancar a negociação.

Apesar da dificuldade de acertar com os ucranianos – o próprio Grêmio teve, em 2012, investida frustrada sobre o meia – a situação agora parece mais favorável. O vínculo de Giuliano com o Dnipro acaba em julho de 2015. Assim, poderá assinar pré-contrato em dezembro e sair livre ao final do vínculo. O jogador usa isso como forma de pressão aos ucranianos.

O Dnipro pagou 10 milhões de euros (R$ 30,8 milhões) ao Inter no início de 2011 e gostaria de recuperar o alto investimento.

– A possibilidade de renovação aqui é muito pequena – confirmou o meia em entrevista à ESPN no mês passado.

Giuliano esteve em Porto Alegre na semana passada para resolver algumas questões pessoais. Depois da visita à Capital, o embarcou para passar alguns dias de férias nos Estados Unidos. Na última segunda-feira, após a cerimônia de assinatura do terceiro aditivo do contrato com a OAS e do lançamento do Projeto Grêmio, o presidente Fábio Koff afirmou que o Grêmio está buscando mais duas peças para o setor ofensivo: um meia-atacante e um atacante.

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros