Guilherme Mazui: "Postura de vencedor" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor29/09/2016 | 09h42Atualizada em 29/09/2016 | 09h42

Guilherme Mazui: "Postura de vencedor"

Guilherme Mazui: "Postura de vencedor" André Ávila/Agencia RBS
Foto: André Ávila / Agencia RBS

O torcedor viu a postura vencedora que tanto esperava. O Grêmio venceu o forte Palmeiras por 2 a 1 e saiu em vantagem nas quartas da Copa do Brasil. Sempre acreditei: é possível classificar para a semifinal.

Renato teve estrela. Apostou em Ramiro, que fez bela partida e um gol. Walace voltou a se impor, Luan e Douglas foram bem. O empenho geral foi exemplar. O Grêmio reconheceu que o Palmeiras tem um elenco melhor, mas não se acovardou. Foi operário, valente e eficiente.

No primeiro tempo, o Grêmio fazia uma partida taco a taco com o líder do Brasileirão quando Ramiro acertou um balaço. O gol fortaleceu o time, que ampliou na bola parada. No segundo tempo, uma tabelinha rápida do ataque alviverde resultou no pênalti, convertido por Zé Roberto. A vantagem dá o direito do empate no jogo de volta, em outubro.

Leia outras colunas da Paixão Tricolor

O empenho gremista merece elogios. O Tricolor buscou o resultado de verdade, não imaginou que posse e organização seriam suficientes para a vitória nascer.

Essa primeira partida deixou claro que será duro voltar classificado de São Paulo. Duro não significa impossível. O Grêmio demonstrou que tem condições de superar o Palmeiras. Estamos no páreo.

Kannemann

O argentino se adaptou bem ao Grêmio. É o nego veio que faltava na defesa e no time titular. Kannemann se impõe, não dá espaço, chega junto. E joga seu futebol. Na bola aérea, tratou de impedir o perigoso Mina de subir solitário. Sofreu para conter o forte ataque do Palmeiras, que teve raras chances claras de gol.



 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros