José Augusto Barros: "Que os desfalques não nos atrapalhem"  - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor15/11/2016 | 08h03Atualizada em 15/11/2016 | 08h03

José Augusto Barros: "Que os desfalques não nos atrapalhem" 

José Augusto Barros: "Que os desfalques não nos atrapalhem"  Eduardo Valente/Lancepress!
Foto: Eduardo Valente / Lancepress!

O jogo de quinta, contra o São Paulo, é fundamental para embalar rumo ao primeiro jogo da final da Copa do Brasil — e também precioso para nos deixar perto do G-6. Em um momento complicado, temos dois desfalques importantes, ainda mais tendo em vista as respectivas reposições.

Punido pelo STJD e ainda aguardando resposta sobre o pedido de efeito suspensivo, Edílson, por enquanto, não poderá ser utilizado. No treino de ontem, Wallace Oliveira, que não mostrou absolutamente a que veio, foi testado como o seu substituto. Já na vaga de Kannemann, um dos grandes destaques do ano, que está suspenso, Renato utilizou Fred, nome temerário para um jogo em que é fundamental que a equipe não tome gols. Como acho que o empate contra o time paulista ainda nos deixa na briga por uma vaga, acredito — e torço muito — para que essas duas mudanças não signifiquem grandes problemas no confronto contra o time paulista.

Pela final no Mineirão
A CBF anunciou que o primeiro jogo da final será no Independência. Porém, os atleticanos ainda podem transferir a partida para o Mineirão. Acredito que são dois estádios de características diferentes e que terão influencia, sim, na maneira de o time jogar. O Mineirão, com suas enormes dimensões, permite um campo um pouco mais neutro. Já o Independência é um caldeirão, que propicia que o time da casa pressione o tempo todo.

Em final, todo o detalhe é importante. Desde já, torço para que a decisão seja no Mineirão. Em um campo maior, temos boas chances de sair com um bom resultado.

Leia outras colunas da Paixão Tricolor

*Diário Gaúcho

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros