José Augusto Barros: "Reconhecimento aos nossos comandantes" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor04/11/2016 | 08h05Atualizada em 04/11/2016 | 08h06

José Augusto Barros: "Reconhecimento aos nossos comandantes"

José Augusto Barros: "Reconhecimento aos nossos comandantes" Lucas Uebel / Divulgação Grêmio/Divulgação Grêmio
Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio

O momento ainda é de muita empolgação pela classificação para a final da Copa do Brasil, depois de muitos anos! E é hora, também, de reconhecer os méritos de Renato e de seu antecessor, Roger, na condução da equipe neste ano. Roger montou uma equipe sólida, teve alguns problemas, é claro, por conta de sua inexperiência, mas deixou uma boa base para Renato.

Este, com um pouco mais de bagagem, achou um lugar para Ramiro, embora ele continue não sendo nenhuma maravilha, transformou Kannemmann em titular e destaque do time e ainda mudou o sistema de marcação, o que ajudou muito Marcelo Oliveira, que teve uma significativa melhora desde então.

Leia outras colunas da Paixão Tricolor

De olho no G-7
Agora, porém, é hora de foco total no Brasileirão. Tendo em vista que o primeiro jogo da final contra o Galo é só no dia 23 de novembro, acho que o Tricolor deve colocar força máxima nos dois próximos jogos do campeonato. O primeiro é nesta segunda, contra o Sport, na Arena. O segundo, no dia 17, contra o São Paulo. No dia 20, três dias antes do primeiro jogo da final, pegamos o América-MG, em casa. Não sei que time será escalado contra o coelho mineiro mas, com qualquer formação, acredito em uma vitória, já que o time América estará rebaixado.

Nestas três partidas, precisamos de, ao menos, sete pontos para seguir na briga pela vaga na Libertadores via G7, nova modalidade, já que chegamos na final contra o Atlético, que certamente chegará entre os quatro ou cinco primeiros colocados no Brasileirão. Sei que a torcida está ansiosa pelo título, também estou. Mas temos duas semanas para o primeiro jogo com o Galo, que será uma peleia das mais complicadas, tendo em vista o poder de fogo do ataque atleticano.

Antes de pensar em título, que eu acredito que tenhamos chance de ganhar, é preciso força total no Brasileirão, para que a torcida gremista tenha um grande fim de ano!

*Diário Gaúcho

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros