Cacalo: "O que importa é o resultado" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor10/03/2017 | 08h02Atualizada em 10/03/2017 | 08h02

Cacalo: "O que importa é o resultado"

Cacalo: "O que importa é o resultado" LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Foto: LUCAS UEBEL / GREMIO FBPA
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

A atuação do Grêmio esteve muito longe de permitir que a nação gremista comece a sonhar com o título da Libertadores. Evidentemente, os desfalques e a falta de entrosamento – com a ausência do meio-campo inteiro – promoveram esse desencontro do Tricolor em relação às suas atuações do ano que passou.

Mas a qualidade técnica dos jogadores, dentro do contexto da partida, da competição e do adversário, foram suficientes para que o time retorne da Venezuela com três importantes pontos.

Reconheço, também, a fragilidade do adversário, que mesmo assim teve algumas chances de sair na frente do placar, logo no início da partida. Tenho convicção de que, na Arena, o Tricolor terá uma fácil vitória. Enfim, o que importa mesmo é o resultado e a liderança do grupo, mas devemos ficar atentos com o futuro.

Alguns jogadores tiveram muito boa participação, especialmente Ramiro, de grande atuação aparecendo em todos os lugares do campo, marcando, defendendo e atacando.

Segurança na defesa

Kannemann jogou visivelmente descontado, com cautela, e Rafael Thyere fez boa partida, assim como Léo Moura, autor do primeiro gol tricolor. Michel também teve boa atuação, e os demais, dentro de uma regularidade, sem destaques individuais. Com os reforços de Bruno Rodrigo e Gastón Fernández, o elenco ganha força.

O Grêmio começa a Libertadores assumindo a liderança de seu grupo, o que é sempre importante.

Leia outras colunas da Paixão Tricolor

*Diário Gaúcho


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros