Cacalo: "Onde esteve o Grêmio? - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor11/09/2017 | 07h00Atualizada em 11/09/2017 | 07h00

Cacalo: "Onde esteve o Grêmio?

Faltaram movimentação no meio-campo, criatividade e jogadas individuais

Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br


arthur, grêmio, vasco, brasileirão
Foto: Marcelo Gonçalves / Photo Premium/ Lancepress

Impressionou-me, no sábado, após o jogo, a lucidez das manifestações do técnico Renato. Com a costumeira habilidade, tornou pública sua insatisfação com a produção gremista diante do Vasco. Na verdade, nem era preciso, porque todos nós assistimos a uma atuação muito abaixo daquilo que costuma produzir. 

Teve atleta, no intervalo, que chegou a chamar a atuação de horrível. E comecei a raciocinar para procurar entender o que poderia ter acontecido. Não cheguei a outra justificativa senão de que os atletas, todos, sem exceção, estavam com o foco inteiramente voltado para o jogo com o Botafogo pela Libertadores. Mas outro fator me assombrou. 

Faltou movimentação no meio-campo, criatividade e jogadas individuais que pudessem ultrapassar o ferrolho vascaíno. Ou seja, faltou Luan. Não que ele fosse resolver tudo sozinho, mas surgiriam brechas para jogadas dos companheiros com ele em campo. O receio de lesões também foi evidente e é natural no ser humano na véspera de um jogo de Libertadores. 

Esforço interno

Volta a discussão, se teria valido a pena colocar em campo a força máxima? Mas isso já passou. O que importa agora é que esse Grêmio, de sábado, não vencerá o Botafogo. Renato promete outro time em nível de vontade e de acertos técnicos e táticos, além de individual. Acredito na motivação e na mobilização. E, assim, no trabalho de conjunto e esforço interno, que precisa ser feito, visando esta partida de quarta feira. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros