Cacalo: "Há jogos e jogos" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor15/11/2017 | 07h00Atualizada em 15/11/2017 | 07h00

Cacalo: "Há jogos e jogos"

Problema com ingressos para a final da Libertadores era esperado

Cacalo: "Há jogos e jogos" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Impressionante a quantidade de tentativas de compra de ingresso nos sites habilitados para tanto para o primeiro jogo da final da Libertadores. O associado gremista está rigorosamente estimulado e extasiado com a partida que se aproxima. Obviamente, não haverá lugar para todos, e conforme as regras assentadas para aquisição de tais entradas, somente alguns milhares serão felizes para adquirirem os tíquetes.

Sempre fui um crítico da administração da Arena do Grêmio por uma empresa neófita e desconhecedora das rotinas de um estádio para grandes partidas de futebol. Há muitos equívocos repetitivos e muitas vezes não se consegue entender o porque de tantas dificuldades para ajustarem coisas aparentemente simples. No entanto, por uma questão de justiça, nesta partida especificamente, em decorrência de todas as queixas e reclamações que surgem em face da dificuldade de compra de ingressos, quero absolver por inteiro a Arena Porto Alegrense.

Pela experiência que tive nesta área, na direção do Grêmio, reconheço que administrar um jogo desta natureza torna-se quase impossível, por todos os motivos que o cercam. Não há organização suficiente que resolva problemas de uma partida deste nível, apesar de todos os esforços de quem administra.

Conviver com os problemas

Há jogos e jogos. Alguns, por mais movimentados que sejam, são passíveis de ser administrados. Outros, ou especialmente em casos como esta decisão, temos de conviver com problemas, dificuldades e, se Deus quiser, ao final, com uma grande vitória.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros