Cacalo: "A longa viagem até os Emirados Árabes"  - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão tricolor07/12/2017 | 07h00Atualizada em 07/12/2017 | 07h00

Cacalo: "A longa viagem até os Emirados Árabes" 

A boa notícia de antes do embarque foi a recuperação de Geromel, que está apto para jogar 

Cacalo: "A longa viagem até os Emirados Árabes"  Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Elegantemente trajados, os profissionais gremistas viajaram ontem pela manhã rumo ao Mundial de Clubes. Foi tão apertado o espaço temporal entre a final da Libertadores e o início dos jogos do Mundial que a viagem do Tricolor teve que ocorrer em voos diferentes, em razão da falta de lugares para todos os componentes da delegação. 

O grupo é composto por 53 pessoas, que vão exclusivamente para trabalhar em prol do Tricolor. É uma viagem muito longa e se justifica amplamente o período anterior ao primeiro jogo que o Grêmio estabeleceu para o deslocamento. Inclusive, se houvesse mais tempo, a viagem poderia ainda ser antecipada, para que a adaptação a todas as dificuldades decorrentes de uma série de fatores, numa viagem tão longa, pudesse estabelecer um natural ajuste a fuso horário, por exemplo. 

A boa notícia de antes do embarque foi a recuperação de Geromel, que está apto para jogar a semifinal. Assim, a ausência de Arthur será, em tese, a única a ser sentida entre aqueles considerados titulares, ficando a cargo de uma decisão de Renato sobre o substituto do jovem craque gremista. 

Torcida excitada

A nação tricolor está excitada, acreditando na vitória no primeiro jogo, e deverá comparecer em massa ao mundo árabe para acompanhar o time. Claro, por razões óbvias, não será na quantidade que foi a Buenos Aires, mas haverá muitos torcedores presentes.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros