Guerrinha: "Foi uma vitória coletiva do Tricolor" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Guerra total01/12/2017 | 07h00Atualizada em 01/12/2017 | 07h00

Guerrinha: "Foi uma vitória coletiva do Tricolor"

Na final, Fernandinho desencabulou e Luan jogou muito, mas quem comandou a turma foi Arthur

Guerrinha: "Foi uma vitória coletiva do Tricolor" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Em alguns jogos, brilhou Marcelo Grohe. Em outros, a defesa segurou o rojão, o meio-campo dominou os rivais, o ataque fez a diferença. E teve vitória até com a ajuda dos reservas.

Na final, Fernandinho desencabulou e Luan jogou muito, mas quem comandou a turma do técnico Renato Portaluppi foi Arthur, com uma atuação irreparável e  que roubou a cena.

NAMORO

Pintou a senha.

Feliz como poucos, consciente do belo trabalho, o presidente Romildo Bolzan avisou, no meio da comemoração, que vai acertar os ponteiros com Renato Portaluppi durante a viagem aos Emirados Árabes.

Uma notícia que fez a torcida gremista vibrar tanto quanto o título da Libertadores.

MOTIVAÇÃO

Serve como estímulo.

Ao contrário do parece, a conquista do Grêmio deve ser encarada, nas bandas do Beira-Rio, como ponto de partida para que o Inter, de volta ao convívio dos melhores do nosso futebol, tente voltar aos seus tempos de conquistas.

Todo e qualquer exemplo, mesmo que venha do seu maior rival, serve de aprendizado e merece atenção redobrada de quem se perdeu de alguns anos para cá.

SORTEIO

É dia de sorteio da Copa.

Vamos conhecer, hoje, os primeiros adversários da Copa de 2018. Pelo que se ouve, pelo que se lê, vamos passar por cima de quem aparecer pela frente. Até pode ser, mas acho que a turma de CBF está querendo é pegar rivais pouco famosos.

PERGUNTINHA

Por quanto tempo o Grêmio vai conseguir segurar Arthur?

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros