Cacalo: "Estreia do Grêmio" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor26/02/2018 | 07h00Atualizada em 26/02/2018 | 07h00

Cacalo: "Estreia do Grêmio"

Grêmio enfrentou o Novo Hamburgo na Arena

Cacalo: "Estreia do Grêmio" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Falaram tanto, criticaram tanto, claro sempre os mesmos, duvidaram tanto da capacidade do elenco tricampeão da América, que o Grêmio decidiu estrear no glorioso Gauchão. E, mantendo seu planejamento, contra a opinião de alguns sábios, mandou a campo sua equipe reserva. E foi o que se viu. Jogando bem, desenvolvendo boas articulações coletivas e com alguns destaques individuais, o tricolor obteve a esperada vitória.

A equipe foi mais ou menos aquela que treina como reserva, logo, mais entrosada que as que vinham jogando. E com jogadores mais rodados. A atuação de Thonny Anderson renova nossas esperanças. Mesmo sem estar devidamente adaptado ao grupo, e tendo jogado na estreia como centroavante e agora como meia avançado, o jogador foi destaque. Fez gol, participou de outro, jogou muito. Ainda é jovem, precisa ser levado com cautela, mas suas possibilidades crescem depois dessas  duas atuações.

Jael desencantou

Nosso centroavante tão criticado, quem diria, não passa de um centroavante. Com todas as suas dificuldades técnicas, participou de dois gols e fez o terceiro. Se alguém souber o preço de Gabriel Jesus, Suárez ou Benzema, por favor, informe a direção gremista, que não teve competência para formar um time titular e um reserva só de craques. Deve haver muitas equipes no país com 30 craques no grupo e que estão longe das atuais vitórias do Grêmio. Parece que determinadas exigências somente dizem respeito ao Grêmio. O que, por outro lado, é bom: enquanto os travestidos falam, o tricolor acumula títulos.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros