Cacalo: "Caprichos do futebol explicam vitória da Seleção Brasileira" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

"Paixão tricolor28/03/2018 | 07h00Atualizada em 28/03/2018 | 07h00

Cacalo: "Caprichos do futebol explicam vitória da Seleção Brasileira"

Equipe jogou resguardada na defesa para derrotar a Alemanha

Cacalo: "Caprichos do futebol explicam vitória da Seleção Brasileira" Lucas Figueiredo / CBF, Divulgação/CBF, Divulgação
Ex-gremista Douglas Costa é um dos nomes certos na Copa Foto: Lucas Figueiredo / CBF, Divulgação / CBF, Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Sempre imaginei que, se uma equipe muito qualificada tecnicamente entrasse em campo para praticar um futebol defensivo, como uma semirretranca, o resultado seria positivo. Foi o que vi no jogo de ontem do Brasil.

A Seleção Brasileira esperou os alemães dentro do próprio campo, muitas vezes quase na linha intermediária. Eventualmente, fazia a marcação na saída de bolas deles. No entanto, com a enorme habilidade, força e velocidade dos jogadores do meio para a fente, o Brasil conquistou uma vitória rigorosamente merecida. E poderia ter feito mais gols.

Leia mais
Para evitar surpresa, Maicon pede Grêmio "bem concentrado" contra o Avenida
Contratado pelo Barcelona, Arthur revela pergunta que fará a Messi
Grêmio x Avenida: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida

O time alemão, atual campeão do mundo, mostrou um excesso de burocracia. Toca muito bem a bola, roda o campo com domínio inútil e quase nenhuma profundidade. O goleiro Alisson praticamente não fez nenhuma defesa. Tite organizou esse sistema tático cauteloso, mas muito insinuante no contra-ataque. O Brasil tem muito bom trabalho de grupo, e muitos atletas técnicos. Resultado justo.

Me parece, porém, que este não será o time alemão para a Copa. Houve muitas experiências, muitos jogadores novos. Há de se ressaltar, ainda, a importante ausência de Neymar, que, se tivesse jogado ontem, teria ajudado o Brasil.

Alertas tricolores

Para efeito de preparativo para a Copa, a Seleção Brasileira está no bom caminho. Dois fatos chamam a atenção dos gremistas. Geromel terminou seu turismo europeu, e Marcelo Grohe não teria sofrido o gol que a Alemanha sofreu, em face de sua qualidade técnica, agilidade e reflexo apurado. Mas ele é brasileiro e nem convocado está.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros