Cacalo: "Se não classificarmos, vamos em busca de torneios menores, como a Libertadores" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor10/03/2018 | 07h00Atualizada em 10/03/2018 | 07h00

Cacalo: "Se não classificarmos, vamos em busca de torneios menores, como a Libertadores"

Aproximadamente 85% daqueles que conversei, não estão dando a menor pelota para o Gauchão

Cacalo: "Se não classificarmos, vamos em busca de torneios menores, como a Libertadores" Lucas Uebel/Grêmio
Arthur tem chance de jogar Foto: Lucas Uebel / Grêmio
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Fiz uma rápida enquete com meus amigos gremistas, alguns próximos e outros nem tanto. Até pelas mensagens que recebo. Aproximadamente 85% daqueles que conversei ou troquei alguma ideia, não estão dando a menor pelota para o glorioso Gauchão. O restante, de 15%, entende que é muito importante seguir adiante e vencer o campeonato estadual. 

Domingo, teremos um clássico que só tem validade para o Grêmio. O Inter, líder do campeonato, entra de franco atirador, pois está classificado e com todo o merecimento. Particularmente, tenho uma posição híbrida, pois embora não despreze o Gauchão, entendo que há competições muito mais importantes. Aliás, eu e o mundo entendemos isso, ou quase todo o mundo, porque existem aqueles enrustidos que se o time que torcem vai mal, são críticos isentos, mas se o seu time vai bem, caem de crítica no adversário. Ou seja, publicamente, estão bem em qualquer situação. 

De qualquer sorte, embora tenha essa opinião sobre o Gauchão, reconheço que ainda é melhor vencê-lo do que perdê-lo. Por outro lado, também tenho ciência e consciência de que no momento atual, o clássico de domingo será muito difícil para o Grêmio. E já expus essa opinião na coluna de ontem. Enfrentaremos o líder da competição, que fez uma exemplar preparação com pré-temporada devidamente planejada, ao contrário do Tricolor, que começou um mês depois, pois queria e foi bicampeão da Recopa. 

Rumo ao tetra

E a decisão é na casa do adversário. Seremos visitantes com número muito menor de torcedores, e jogando pela pressão de ter que buscar pontos necessários. Concluindo, respeitosamente, quero afirmar que, se não conseguirmos ultrapassar a fase no Gauchão, iremos então rumo ao tetra da Libertadores e o hexa da Copa do Brasil, essas competições menores.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros