Cacalo: "Semifinal foi mais difícil do que as quartas de final para o Grêmio" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

"Paixão tricolor29/03/2018 | 07h00Atualizada em 29/03/2018 | 07h00

Cacalo: "Semifinal foi mais difícil do que as quartas de final para o Grêmio"

Tricolor teve mais trabalho contra o Avenida do que contra o adversário da fase anterior

Cacalo: "Semifinal foi mais difícil do que as quartas de final para o Grêmio" Carlos Macedo/Agencia RBS
O Rei da América é do Grêmio. Os outros times não têm ele Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Já esperávamos que fosse um jogo difícil. O Avenida é uma equipe valente, briosa, muito bem treinada e soube segurar o Grêmio. Por óbvio, a fase semifinal de um campeonato sempre será mais difícil do que a de quartas de final. E foi o que se viu. O Grêmio fez 3 a 0 no jogo fora de casa e empatou em casa.

Leia mais
Decisão entre Brasil-Pel e Grêmio não terá gol qualificado
Após eliminar o Avenida, jogadores do Grêmio projetam a final contra o Brasil-Pel
Renato prega respeito ao Brasil-Pel, mas ressalta busca pelo título: "Viciei este grupo em ganhar"

Quero dar todos os méritos ao Avenida e ao seu treinador pela organização de sua equipe. Mas o Grêmio passou. Agora a decisão será muito difícil. O Brasil-Pel é uma equipe forte, com mais pontos do que o Grêmio e decidirá no Bento Freitas, ao lado de sua fanática torcida.

As convocações

Assisti ao programa Bem, Amigos!, do SporTV, nessa última segunda-feira, e não me surpreendi com nada daquilo que ouvi. Alguns participantes defenderam a convocação de quatro jogadores do Grêmio para a Seleção Brasileira. Referiam-se a Marcelo Grohe, Geromel, Arthur e Luan. São atletas reconhecidos nacionalmente, alguns deles mundialmente, como é o caso de Arthur, que vai para o Barcelona.

Aqui na província, há uma cautela excessiva em equiparar os elencos das duas grandes agremiações. Os motivos, confesso que não sei. A meu juízo, falta independência e coragem para alguns.

O Grêmio, não canso de repetir, é pentacampeão da Copa do Brasil, bi da Recopa, tri da Libertadores e vice mundial. O nosso adversário vem da Segunda Divisão e foi derrotado em dois Gre-Nais.

Basta comparar os resultados para se perceber a distância entre os elencos. E se observa comparações de relativa igualdade entre ambos, cujos critérios são totalmente desconhecidos. Por isso que escrevi há poucos dias: "Em que mundo vivo?"

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros