Cacalo: "Vitória sobre o Avenida me fez lembrar do Gre-Nal" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor26/03/2018 | 07h00Atualizada em 26/03/2018 | 07h00

Cacalo: "Vitória sobre o Avenida me fez lembrar do Gre-Nal"

Como também naquele clássico, o Grêmio fez 2 x 0 logo e, depois, sem desprezar o adversário, administrou as grandes vitórias obtidas nesses dois jogos

Cacalo: "Vitória sobre o Avenida me fez lembrar do Gre-Nal" Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Passei toda a etapa inicial do jogo de ontem contra o Avenida lembrando do último Gre-Nal da fase inicial do Gauchão, recém realizado. Ontem, como também naquele clássico, o Grêmio fez 2 x 0 logo e, depois, sem desprezar o adversário, administrou as grandes vitórias obtidas nesses dois jogos. Foram situações, na minha ótica, exatamente iguais. Alguém poderá dizer que, no Gre-Nal, Marcelo Grohe fez duas extraordinárias defesas, o que não muda a circunstância da partida. A diferença daquele clássico é que, por ser superior ao Avenida, o Inter conseguiu marcar seu gol e, ontem, o Grêmio matou o jogo marcando seu terceiro. E volto a lembrar dos clássicos gre-nais, já que o Tricolor também foi para o último deles com a vantagem de três gols.

O time de Santa Cruz do Sul foi valente, bem que tentou, mas o Grêmio é tecnicamente superior. Ainda assim, penso que os atletas do Avenida permitiram a movimentação do meio campo gremista e, com pouca marcação, Arthur e Luan puderam desenvolver seu bom futebol. Mas, como relatei antes, é um jogo em que a análise geral fica um pouco prejudicada em face da vantagem rapidamente obtida, o que, por si só, desmobilizou um pouco o Avenida.

Méritos a Tony Anderson

Apesar do pouco tempo em campo, novamente tive excelente impressão de Tony Anderson. Mostrou desenvoltura, técnica e vontade de participar, mesmo com o jogo decidido. Está aberto o caminho da classificação, pois na Arena não creio que o Grêmio possa sofrer três ou quatro gols da equipe de Santa Cruz, sem desmerecer a força dos Periquitos. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros