José Augusto Barros: "Noite de cautela e respeito ao Inter" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor21/03/2018 | 08h46Atualizada em 21/03/2018 | 08h46

José Augusto Barros: "Noite de cautela e respeito ao Inter"

Vantagem do Grêmio é grande, mas é preciso ficar alerta no jogo desta noite

José Augusto Barros: "Noite de cautela e respeito ao Inter" Marcelo Oliveira/Agencia RBS
Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS

Bem provavelmente, por volta desta quarta-feira (21), o Grêmio estará classificado para a próxima fase do Gauchão. Tanto por sua superioridade sobre o Inter, reconhecida quase que por unanimidade atualmente no Estado, quanto pela enorme vantagem que construiu com a goleada no primeiro Gre-Nal. Mas, antes disso acontecer, temos que enfrentar noventa minutos contra um grande adversário, de história centenária, campeão do mundo, acostumado a lotar seu estádio, a reverter resultados difíceis e que está com seu orgulho ferido. 

Com isso, não quero dizer que ache que o Inter tem lá grandes chances de virar esse placar, eles mesmos já reconheceram isso. Quero dizer, sim, que é um jogo que merece cautela e muito respeito ao Colorado.

Leia mais
Dirigentes do PDT seguem tentando convencer Romildo a concorrer ao Senado
José Augusto Barros: "Não à torcida única em Gre-Nais"

Nada de recuar o time

Cautela nas horas certas porque temos um longo ano pela frente, porque temos jogadores importantes envolvidos na partida de hoje, que, caso se machuquem, por exemplo, em um jogo mais pegado, podem fazer muita falta em outras competições mais importantes que o Campeonato Gaúcho. 

Evidentemente, jogando em casa, imagino que o coirmão deve tentar exercer uma pressão nos primeiros 15, 20 minutos de jogo, como os times fazem sempre que jogam em seus domínios. E é claro que cautela não significa recuar o time e esperar o Inter atacar. Acredito que, por respeito ao adversário, o Grêmio deve ir pra cima, como faz sempre, mas com prudência, sabendo administrar o resultado, sempre que o cenário do jogo permitir.  

E o respeito deve ser máximo, pelo fato de o Inter atuar em casa, pela fase que eles atravessam neste momento, que sempre pode acirrar ânimos e pelo fato de que, obviamente, o Inter pode fazer um ou dois gols no primeiro tempo, por exemplo. Daí, o jogo pode mudar completamente, e o panorama de uma classificação que parecia bem encaminhada pode mudar totalmente.  



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros