Cacalo: "Dificilmente o Grêmio deixará de ser campeão"  - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

"Paixão tricolor02/04/2018 | 07h00Atualizada em 02/04/2018 | 07h00

Cacalo: "Dificilmente o Grêmio deixará de ser campeão" 

Além da expulsão, gol marcado no começo do segundo tempo foi determinante para a vitória

Cacalo: "Dificilmente o Grêmio deixará de ser campeão"  Carlos Macedo/Agencia RBS
Everton fez dois gols Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Não me furtei, na coluna do final de semana, em apontar o Grêmio com um leve favoritismo, pelos motivos que lá expressei. Respeitei muito o Brasil-Pel pela campanha que fez no glorioso Gauchão, sendo o primeiro colocado na tabela de pontos geral.

Assistindo ao jogo na Arena, reforcei minha convicção de que tudo estava muito difícil para o Grêmio, especialmente pelo desempenho do time pelotense na primeira etapa. Penso, no entanto, que tão importante quanto a expulsão do jogador do Brasil foi o fato determinante para a continuidade da partida: o primeiro gol gremista ter ocorrido antes do primeiro minuto da segunda etapa. Os adversários gremistas não tiveram tempo sequer de se estabelecerem dentro do campo, em face da rapidez do primeiro gol. Isso contribuiu sobremaneira a mexer com o emocional do time pelotense, que ficou sem saber se buscava o empate ou se mantinha a postura defensiva.

Conjugados os fatores positivos para o Grêmio, o Tricolor aproveitou-se do momento e ampliou logo em seguida. A partir daí, a partida ficou fácil, como era de se imaginar. Apareceram virtudes na equipe gremista que os sábios jamais poderiam acreditar. Jael foi o melhor em campo, e já havia decidido o Gre-Nal da Arena. Prestou assistências, movimentou-se e não fez gol graças às defesas do goleiro Marcelo Pitol. Renato disse bem: o técnico gremista, nós torcedores e o mundo, com exceção dos intelectuais do futebol, reconhecemos as limitações técnicas do centroavante, mas também a sua energia e capacidade para que sua equipe vença.

Somos favoritos

Muito dificilmente o Grêmio deixará de ser campeão, porque estou entre os realistas que não têm receio de dizer se há favorito ou quem tem mais possibilidade de conquistar um título.

Desta vez, cumprimento a poderosa torcida pelotense que esteve na Arena, não abandonando sua equipe mesmo com o resultado negativo. Merece nosso respeito.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros