Cacalo: "Renato tem razão" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

"Paixão tricolor19/04/2018 | 07h00Atualizada em 19/04/2018 | 07h00

Cacalo: "Renato tem razão"

Técnico do Grêmio acerta com diagnóstico sobre necessidade de poupar o time

Cacalo: "Renato tem razão" Lucas Uebel / Divulgação Grêmio/Divulgação Grêmio
O cara sabe muito Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Quanto mais aumenta a participação do Grêmio nas grandes competições que tem pela frente neste 2018, mais eu me convenço de que o técnico Renato tem razões de sobras nas decisões que adota com relação ao elenco tricolor. E, primordialmente, não quero me referir à própria escalação da equipe, que, eventualmente, podemos divergir.

Leia mais
Romildo nega que Grêmio priorizará competições: "Como torcedor, quero as três"
Marcelo Grohe já está há quase 600 minutos sem sofrer gol
O contrato que garante Arthur até dezembro no Grêmio

No entanto, tem ficado bem esclarecido que as preservações de alguns jogadores com riscos de lesão têm sido uma providência que está produzindo resultados. Ou, a falta destas preservações, às vezes, tem decorrido em lesões que afastam atletas por muitos jogos importantes.

Há quem diga, inclusive, que no segundo jogo contra o Brasil-Pel, devido à vantagem da primeira partida, Luan poderia ter sido poupado. Renato preferiu não fazê-lo, e mesmo que isso não tenha sido a causa da atual lesão de Luan, pode ter contribuído para tanto. Assim, mesmo com riscos a um eventual bom resultado, ainda é preferível fazer uma avaliação bem criteriosa sobre as condições dos atletas, para não perdê-los por  vários jogos. E cito o exemplo de Leonardo Moura neste último jogo da Libertadores. Se fosse extremamente necessário, talvez Léo Moura pudesse atuar.

Precisamos ter tolerância

Luan faz falta. Cícero, seu atual substituto, embora seja bom jogador, me parece que não tem se encontrado para exercer a função. Ele dá consistência ao meio-campo, mas falta-lhe a capacidade de prestar assistência mais qualificada e maior movimentação, na medida em que está fora de sua posição natural. 

E, por isso, precisamos ter tolerância, porque ainda se está buscando a melhor solução para o lugar de Luan.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros