Cacalo: "Uma pena que o Gauchão não tenha clássico na decisão" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

"Paixão tricolor04/04/2018 | 07h00Atualizada em 04/04/2018 | 07h00

Cacalo: "Uma pena que o Gauchão não tenha clássico na decisão"

Isso diminui o futebol gaúcho. Ainda bem que o Grêmio está fazendo o seu papel

Cacalo: "Uma pena que o Gauchão não tenha clássico na decisão" Fernando Gomes/Agencia RBS
Ramiro e Geromel: a dupla que sabe tudo Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

O futebol gaúcho sempre é diferenciado. Quando não é pelas conquistas de Grêmio e Internacional, é por fatos inusitados que acontecem aqui na província. Estamos vivendo uma semana de decisões dos campeonatos estaduais, e todos os times grandes de seus Estados estão nas finais.

Leia mais
Luan pede respeito ao Monagas: "Não é uma equipe boba"
Ramiro garante foco na Libertadores: "É a competição mais importante da temporada"
Grêmio x Monagas-VEN: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida

Observe-se que no Rio de Janeiro estão Vasco e Botafogo, em São Paulo temos Palmeiras e Corinthians. Em Minas Gerais, jogam Cruzeiro e Atlético-MG, em Salvador e Bahia x Vitória e, no Paraná, decidem Coritiba e Atlético-PR.

Por incrível que possa parecer, aqui no sul não tivemos a mesma circunstância. O Grêmio não estabeleceu o glorioso Gauchão como prioridade, na medida em que jogou com uma equipe de transição e depois com reservas. Quando correu o risco de ficar de fora dos oito primeiros, colocou seu time titular e empilhou vitórias e classificações. No entanto, não temos clássico Gre-Nal na decisão do Gauchão.

Nosso tradicional adversário foi derrotado nas quartas de final e ficou em sexto lugar. Tal fato, com certeza, não recomenda o nosso futebol gaúcho diante do resto do país, em face da grandeza que atribuímos às nossas equipes, que sempre obtiveram resultados expressivos.

Será difícil

No entanto, cabe ao Tricolor enfrentar e superar a equipe melhor colocada no Gauchão. No primeiro jogo, obtivemos uma confortável vantagem, mas em Pelotas será difícil. Não pelo risco de perda do título, mas na busca de outra vitória. Nesse ínterim, abrimos aquele canto de olho para a Libertadores, hoje.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros