Cacalo: "O futebol também vai sofrer com o desastre administrativo do país" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor26/05/2018 | 07h00Atualizada em 26/05/2018 | 07h00

Cacalo: "O futebol também vai sofrer com o desastre administrativo do país"

Não resta nenhuma dúvida que a rodada do Brasileirão corre sério risco de não ser realizada

Cacalo: "O futebol também vai sofrer com o desastre administrativo do país" Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Não há combustível em lugar algum Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Não resta dúvida que o governo permitiu que a situação alcançasse a calamidade que atinge o país atualmente. Todos sabiam do descontentamento geral dos caminhoneiros e se omitiram até o caos. Não quero, porém, estender essa manifestação, apesar do prejuízo por que passa o povo. 

Direcionando para a área que devo abordar, também não resta nenhuma dúvida que a rodada do Brasileirão corre sério risco de não ser realizada. Claro que tenho consciência plena das prioridades inabaláveis da população, como o desabastecimento. Sem que possa parecer uma manifestação alienada, pois não o é, registro que no futebol brasileiro haverá consequências de todos estes fatos lamentáveis. 

Leia mais
DMLU garante coleta de lixo neste fim de semana
STF autoriza uso de força para desbloquear rodovias e impõe multa a quem descumprir decisão
Quais são os impactos da greve dos caminhoneiros na economia gaúcha

Numa instância muito inferior aquelas que afligem a população, o esporte faz parte da vida de muitos torcedores, que tem neste particular uma forma de desanuviar dificuldades pessoais constantes. Só que agora esse lazer foi superado pelo caos social. D

uvido que alguma equipe que precise viajar tenha condições de estabelecer um mínimo de logística para deslocamento, mesmo interno que seja, quanto mais de uma cidade para outra. Não há combustível em lugar nenhum, seja para veículos terrestres ou aéreos. Como fazer? 

Desmandos e desorganização total

Assim, o futebol brasileiro, que já sofre com desmandos e desorganização total decorrente de suas lamentáveis entidades (des) organizadoras, também sofreria e vai sofrer com o desastre administrativo do país. Vamos todos torcer conjuntamente que os governantes tenham a sabedoria que ainda não tiveram para liberar o país para a população e não somente para eles próprios.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros