Guerrinha: "Deu a lógica no jogo da Venezuela" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total16/05/2018 | 07h00Atualizada em 16/05/2018 | 07h00

Guerrinha: "Deu a lógica no jogo da Venezuela"

Grêmio carimbou a vaga e só perde a liderança da chave se o Sargento Garcia prender o Zorro

Guerrinha: "Deu a lógica no jogo da Venezuela" LUCAS UEBEL/Grêmio
Tricolor bateu o Monagas Foto: LUCAS UEBEL / Grêmio

Longe de casa, cheio de reservas, o Grêmio jogou uma bolinha mixuruca, mas cumpriu seu papel e venceu o Monagas por 2 a 1. Chegou aos 11 pontos, carimbou a vaga para a segunda fase e só perde a liderança da chave se o Sargento Garcia prender o Zorro.

Apesar da classificação, a noite não foi completa em razão da lesão muscular de Alisson, que vai ser mais um paciente da enfermaria do Humaitá.

Fragilizado

Faz muita diferença.

Claro que o Grêmio segue forte, em condições de dar conta do recado nos jogos que terá pela frente antes da Copa, mas as ausências de Geromel, Arthur e Éverton deixam o time do técnico Renato Portaluppi muito menos qualificado.

Além de perfeitamente entrosados, os titulares que ficam de fora entregam uma confiança ilimitada ao resto dos jogadores que entram em campo, como se viu na maioria das atuações do Tricolor em 2018.

OUSADIA _ Mudou o quadro.

Após acertar na escalação, na estratégia utilizado no Gre-Nal, chegou a hora do técnico Odair Hellmann baixar a biblioteca, fazer o Inter ser mais ousado, segunda-feira, contra a Chapecoense.

Diante da necessidade do resultado, talvez seja o momento de Zeca assumir a lateral-direita, onde costuma render o máximo, e até o retorno de Uendel ao meio-campo, lugar onde já trabalhou e deu conta do recado na hora da emergência.

LOUCURA _ Vai faltar cimento.

Logo mais, a temível Bombonera será palco de Boca e Alianza Lima, um jogo em que o dono da casa necessita vencer e torcer pelo Palmeiras para passar de fase na Libertadores. É fácil adivinhar que o estádio vai lotar, ferver e comemorar cada gol do Verdão.

ABERTO _ Tudo pode acontecer.

Na Arena Condá, Chapecoense e Atlético-MG decidem quem passa e quem fica pelo caminho na Copa do Brasil. Apesar de estar em alta, o Galo, que empatou em casa, vai ter que tirar sangue das unhas para sair com a vaga.

Perguntinha

A CBF não vai divulgar a lista dos 12 que podem ir à Copa?



 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros