Jornalistas, jogadores, técnicos e dirigentes opinam: este é o melhor Grêmio na história? - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

1983, 1995, 2001 ou 201803/05/2018 | 11h18Atualizada em 03/05/2018 | 11h18

Jornalistas, jogadores, técnicos e dirigentes opinam: este é o melhor Grêmio na história?

Em alta, equipe de Renato Portaluppi é elogiada pelo nível de futebol apresentado em 2018

Jornalistas, jogadores, técnicos e dirigentes opinam: este é o melhor Grêmio na história? Mateus Bruxel/Agencia RBS
Atuação de luxo contra o Cerro Porteño iniciou debates sobre o potencial do Grêmio Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Encantados com as últimas atuações do Grêmio, de modo especial na arrasadora vitória de 5 a 0 contra o Cerro Porteño-PAR, na terça-feira, torcedores gremistas, mesmo os mais antigos, que viveram glórias como a do mundial de 1983, admitem estar diante do melhor time já formado pelo clube em quase 115 anos. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

A maioria, contudo, coloca-se na defensiva. Alguns se rendem à plasticidade da equipe formada por Renato Portaluppi, mas dizem faltar a ela ainda um título mundial. O que ninguém duvida é que o atual elenco já garantiu seu lugar na galeria dos maiores formados pelo Grêmio.

Protagonista do time de 1983 e comandante do atual Grêmio, Renato reconhece méritos nas duas equipes:

— São épocas diferentes. Naquela época que eu jogava, o talento do jogador brasileiro era maior. Tinha mais craques. Era mais difícil, não tinha exame antidoping, por exemplo. Só eu sei o que sofri na Libertadores, naquele jogo contra o Estudiantes na Argentina, e nós fomos campeões do mundo. Mas fico contente pelo que estamos fazendo hoje em dia. Posso falar que estamos jogando um futebol mais bonito. Naquela época era mais competitivo.  

Ex-dirigentes, antigos jogadores, técnicos e cronistas também foram ouvidos sobre o tema. Confira o que eles disseram:

Lauro Quadros, jornalista

"Cabe uma comparação com o rádio. Eu amava o de antigamente, no qual comecei, e que tinha, preponderantemente, espetaculares programas de auditório e radionovela. Mas também amo o de hoje, do talk news. São situações diferentes, não tem o melhor, nem o pior. Qual o melhor Inter? O do Rolo Compressor ou o dos anos 1970? Não é ficar em cima do muro. Posso garantir que nenhum dos times anteriores do Grêmio tem a beleza plástica do atual. É bonito e competitivo".

Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo, ex-presidente e ex-vice de futebol

"Esta é uma questão muito difícil de se responder. O time atual vive um momento de luxo. Se não é o melhor de todos os tempos, logo, logo, vai ser. Com certeza, está entre os dois ou três melhores. É comparável ao de 1995, mas, em números, aquele teve mais conquistas. O time de 1995 não tinha muita técnica, mas tinha muita força. O de hoje tem mais técnica do que força. Eu também gosto muito do time dos anos 1960, tinha jogadores extraordinários, mas enfrentava adversários mais fracos. Alcindo, o melhor centroavante que vi jogar, era daquela época, mas não enfrentou jogadores como os que de hoje e 1995 enfrentaram".


David Coimbra, Jornalista

Já faz tempo. Em julho do ano passado, escrevi o seguinte, em Zero Hora:

"Nunca houve, no Rio Grande amado, um time que jogasse como o Grêmio está jogando. Nem a melhor equipe gaúcha de todos os tempos, o Inter dos anos 1970".

Para quê?

Fui insultado, apedrejado, vilipendiado, execrado, injuriado e até desacatado.

Pois bem. Agora, quase um ano depois, deixe-me dizer o que penso disso. É o seguinte:

Nunca houve, no Rio Grande amado, um time que jogasse como o Grêmio está jogando. Nem a melhor equipe gaúcha de todos os tempos, o Inter dos anos 1970.

Passar bem.

Pedro Ernesto Denardin, Jornalista

"Caminha para ser o melhor Grêmio de todos os tempos. É um time que tem força, como todo os time do Grêmio histórico, , e uma técnica para jogar que o Grêmuio nunca teve. Para confirmar este status, e olha que já conquistou quatro faixas, o time ainda precisa de mais uns quatro ou cinco títulos. As deficiências da equipe estão nas duas laterais. No resto, o time é perfeito, com alguns jogadores que poderiam estar na Copa do Mundo fazendo muito sucesso".

Antônio Carlos Verardi, Superintendente de futebol do Grêmio

"Estava pensando isso. Estou ao lado da estrela do time de 1983. Estamos discutindo o sexo dos anjos, são características e épocas diferentes. Nenhum time histórico do Grêmio jogou como esse, mas, antigamente, tínhamos melhores individualidades. A característica deste time é única. Estamos jogando com muita efetividade e beleza. Não me arrisco a dizer que é o melhor, as equipes de 83, 95 e o do começo dos anos 2000 foram grandes times. Mas nenhum deles jogou como este Grêmio".

Milton Martins Kuelle, ex-jogador e ex-técnico do Grêmio

"A cada momento que o time cresce em uma competição, sempre se faz um julgamento pela performance. É um dos melhores, mas o time da minha época também foi. É difícil dizer se é o melhor ou não. Está jogando bonito e ganhando, mas também já se fez isso em outros momentos. É complicado justificar. Respeito a opinião de todos. O Renato Portaluppi coloca na cabeça dos jogadores uma maneira de jogar".

Valdir Espinosa, ex-técnico do Grêmio

"Uma vez sentei e fui fazer a seleção dos melhores jogadores que treinei. Não consegui passar dos goleiros, tinha muitos nomes. Disse que nunca mais responderia esta pergunta. Então, qual é o melhor Grêmio. É muito relativo.  Não condeno quem diz que é este de agora. Deixem curtir os títulos de hoje. O torcedor não esquece os títulos de ontem. Todos os times precisam ser reconhecidos". 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros