Cacalo: "Há três anos, torcida gremista comemorava o clássico do 'Réver contra'" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor11/08/2018 | 07h00Atualizada em 11/08/2018 | 07h00

Cacalo: "Há três anos, torcida gremista comemorava o clássico do 'Réver contra'"

Chamou a atenção naquela partida o fato de ter sido "a zero"

Cacalo: "Há três anos, torcida gremista comemorava o clássico do 'Réver contra'" Diego Vara/Agencia RBS
Zagueiro do Inter à época, Revér jogou contra a própria meta e fez o último gol da goleada gremista Foto: Diego Vara / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Em futebol, sempre são viáveis as opções óbvias de ganhar, perder ou empatar. Dependem de muitos fatores. Na semana que passou, com justas razões, foram feitas algumas críticas ao desempenho do Grêmio contra o Estudiantes de La Plata

Leia mais
Como anda a procura do Grêmio por um novo zagueiro para Renato Portaluppi
Como Everton virou referência no Grêmio e ficou perto da convocação para a Seleção
Há um ano, Pedro Rocha fazia seus últimos gols pelo Grêmio em duelo contra argentinos

De minha parte, inclusive, apontei alta dose de irregularidade nas últimas partidas. Vitórias brilhantes e derrotas desnecessárias, resultantes de más atuações. Mas, como gremista, e podendo dirigir-me ao torcedor tricolor, sinto-me sempre no dever de ressaltar as conquistas da nossa equipe. Claro que, eventualmente, opto por algumas delas, em face de serem infindáveis. 

Ilustro essa afirmativa lembrando que em 9 de agosto de 2015 a torcida gremista comemorava o Gre-Nal dos 5 a 0 mais recente. E chamou a atenção exatamente por ter sido "a zero". Ficou conhecido pela flauta gremista como o clássico do "um, dois, três, quatro e Réver contra". Tudo isso, repito, sem nenhuma visita do adversário ao nosso arco.

Superação

De outra parte, lembro de uma conquista importante, em 10 de agosto de 1994, quando o Grêmio sagrou-se bicampeão da Copa do Brasil. Com um gol de cabeça do centroavante Nildo no início do jogo, o Tricolor derrotou o Ceará no Estádio Olímpico pelo placar de 1 a 0. 

Essas reminiscências nos fazem lembrar que, em todas as ocasiões, nossa equipe sempre esteve pronta para superar eventuais dificuldades. Estamos muito vivos nas três competições que participamos. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros