Guerrinha: "Último Gre-Nal do ano vale bem mais do que parece" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total08/09/2018 | 07h00Atualizada em 08/09/2018 | 07h00

Guerrinha: "Último Gre-Nal do ano vale bem mais do que parece"

Clássico mexe com a vida de todos que vestem azul ou vermelho

Guerrinha: "Último Gre-Nal do ano vale bem mais do que parece" Anderson Fetter/Agencia RBS
Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

Vale bem mais do que parece. Neste domingo (9), no Beira-Rio, com casa cheia, acontece o último Gre-Nal da temporada, que mexe com a vida de todos os que vestem azul e vermelho.

Além da rivalidade, o clássico significa a chance para o Inter seguir na ponta da tabela e para o Grêmio somar os três pontos numa competição que ele jura ter o máximo interesse.

Tomara que tenhamos um grande jogo, com paz dentro e fora do estádio.

EQUILÍBRIO

Tudo pode acontecer. Diferentemente do Gre-Nal do primeiro turno, quando um estava voando e o outro cambaleando, desta vez o que mais chama a atenção é o equilíbrio. De um lado, o Inter, líder, confiante, que tem a vantagem de jogar na sua casa. Do outro, o Grêmio, que segue com um futebol de qualidade, sem dois titulares importantes e, talvez, com ainda mais ausências.

PIADA DO GUERRA

Patricinha estava conversando com a sua professora. No papo, a educadora disse que era fisicamente impossível uma baleia engolir um ser humano, porque apesar de ser um mamífero muito grande, a sua garganta é muito pequena.

A menina afirmou que Jonas, um amigo, foi engolido por uma baleia. Irritada, a professora repetiu a explicação e a menina reagiu:

—Quando eu morrer e for ao céu, vou perguntar a Jonas!

A professora lhe perguntou:

— E o que vai acontecer se Jonas tiver ido ao inferno?

A menina não se conteve:

— Então é a senhora que vai lhe perguntar!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros