Cacalo: "Não há outra alternativa que não seja vencer" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor10/11/2018 | 07h00Atualizada em 10/11/2018 | 07h00

Cacalo: "Não há outra alternativa que não seja vencer"

Infelizmente para o Vasco, o tricolor gaúcho necessita por demais da vitória 

Cacalo: "Não há outra alternativa que não seja vencer" Robinson Estrásulas/Agencia RBS
Grupo gremista precisa estar focado para conquistar mais três pontos Foto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

O Grêmio joga neste domingo (11) contra o Vasco. O clube carioca tem enfrentado algumas dificuldades na competição. Luta ainda para fugir de forma definitiva da zona do rebaixamento, embora tenha uma certa ameaça. No entanto, infelizmente para o nosso adversário, o tricolor gaúcho necessita por demais da vitória. Não há outra alternativa que não seja vencer ou vencer, caso o Grêmio aspire a chance de ficar entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro

Leia mais
Grêmio x Vasco: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da 33ª rodada do Brasileirão
Maicon alerta para os riscos de enfrentar o Vasco: "Para eles, é o jogo da vida" 
Grêmio defende grande invencibilidade contra o Vasco

Quando se faz crítica às atuações e aos resultados gremistas no Brasileirão, quero sempre lembrar que, em quase uma dezena de partidas, jogamos com uma equipe mista ou reserva. Aí que residem as críticas. Como gremista, gostaria muito de ter tido condições de participar a plenos pulmões de um campeonato que era importante e que foi desmoralizado pela própria entidade que o organiza. 

Mesmo preservando alguns jogadores, na semifinal da Libertadores, não pudemos contar com talvez os dois mais importantes: Everton e Luan. Deu no que deu. Fico imaginando se não tivesse havido preservação, como estariam nossos atletas física e mentalmente naquele momento decisivo da Libertadores. Há quem prefira preservar na Libertadores, será verdade? Três competições paralelas não há quem resista. Mas o que fica é o resultado. 

Melhores condições

Por todos esses motivos, estou torcendo muito para que nossos jogadores tenham condições de se recuperar para enfrentar essa fase final do Brasileiro com as melhores condições. Vamos, finalmente, valorizar esse campeonato que, repito, está desmoralizado. É o que temos, pensando em 2019. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros