Cacalo: "Penso que, em 2019, teremos dois grandes jogadores" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor13/11/2018 | 07h00Atualizada em 13/11/2018 | 07h00

Cacalo: "Penso que, em 2019, teremos dois grandes jogadores"

Experiência que está sendo adquirida por Jean Pyerre e Matheus Henrique neste ano será importante para o amadurecimento desses meninos

Cacalo: "Penso que, em 2019, teremos dois grandes jogadores" Montagem sobre fotos de Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Jean Pyerre, à esquerda, e Matheus Henrique, à direita, são duas das principais promessas do Grêmio Foto: Montagem sobre fotos de Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Reabriu-se agora, com mais vigor, o debate acerca da ascensão de jogadores jovens na equipe gremista. Mais precisamente, em face dos últimos jogos de Jean Pyerre e Matheus Henrique. Na realidade, são duas joias tricolores que estão surgindo. Acompanhando à distância as atuações dos dois, vislumbramos com clareza a qualidade técnica pessoal desses jogadores. Estão pedindo passagem para integrar a equipe titular do Grêmio

Leia mais
Gol sobre o Vasco coloca Matheus Henrique em vitrine nacional
Léo Moura trata partida do Grêmio contra o São Paulo como "jogo do ano"
Grêmio deverá ter Madson em jogo decisivo pelo G-4 contra o São Paulo

A minha longa experiência de clube, mais exatamente no departamento de futebol, no entanto, recomenda alguma cautela. Repito, pelas suas últimas atuações, a vaga é deles. Porém, penso que Renato, que já foi atleta e conhece como ninguém o lançamento de jovens, está tendo uma cautela, reconheço, talvez excessiva, mas louvável, na integração desses meninos.

Já vi muitos bons jogadores das categorias de base naufragarem quando lançados antes do tempo. Alguns que pensávamos que eram craques, porém, não tinham maturidade suficiente para assumirem a responsabilidade que a função lhes exigia. Experiência se adquire, não se impõe. 

Avaliações qualitativas

O mais importante nessa situação é que as avaliações feitas pelo técnico gremista sejam qualitativas e com alta dose de conhecimento do dia a dia dos atletas, baseadas em suas reações e capacidades de entenderem o que lhes está reservado. Futebol, eles têm de sobra. A hora certa está muito próxima.

Quero ter a convicção de que Renato tem a consciência da qualidade dos meninos. Todos nós, gremistas, estamos ansiosos para vê-los mais seguidamente. Penso que em 2019, com a experiência deste ano, teremos dois grandes jogadores.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros