Cacalo: "É hora de os dirigentes trabalharem mais que o normal" - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor04/12/2018 | 07h00Atualizada em 04/12/2018 | 07h00

Cacalo: "É hora de os dirigentes trabalharem mais que o normal"

Afirmo por experiência própria que essa é a época mais complicada para quem precisa organizar o elenco do seu clube para 2019

Cacalo: "É hora de os dirigentes trabalharem mais que o normal" André Ávila/Agencia RBS
Presidente Romildo e o vice Duda Kroeff têm agido de forma muito competente Foto: André Ávila / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Formalmente, começam as férias de todos os envolvidos em futebol. A rigor, na prática, gozam deste benefício legal tão somente os atletas e alguns funcionários do departamento de futebol. Isso porque os dirigentes e aqueles que precisam organizar o elenco para 2019, necessariamente, vão trabalhar neste período. 

Leia mais
Dupla Gre-Nal tem quatro jogadores na seleção da Bola de Prata 2018
Reforços do Grêmio em 2018: confira quem aprovou e os nomes que ficaram devendo
Compra da Arena voltará à pauta do Grêmio em 2019, garante Romildo

E ouso afirmar que, inclusive, vão laborar mais do que o normal. Faço esta afirmativa por experiência própria, uma vez que fui, durante quatro anos consecutivos, vice-presidente de futebol e, em outros dois, atuei como presidente do Grêmio. E todos os finais de ano multiplicava-se o trabalho. Além de contratações para a temporada seguinte, havia a necessidade de manter jogadores importantes, com renovações de contratos. 

Na minha época, os recursos financeiros eram muito inferiores aos atuais, em face das verbas de televisão, que eram mínimas. E, se a equipe conquistasse títulos, os valores postulados de renovações, na maioria das vezes, eram superiores às possibilidades financeiras do clube. 

Espírito vitorioso

Por esses motivos, muitos atletas eram transacionados, porque sempre pensávamos no equilíbrio do clube. Felizmente, nos tempos atuais, o presidente Romildo Bolzan tem agido de forma muito competente e equilibrada nas renovações e nas contratações, valendo-se do limite da capacidade financeira do clube. E ainda mantendo uma equipe competitiva. Por tudo isso, esperamos, todos os gremistas, que venham reforços necessários, pontuais e capazes de manter o espírito vitorioso do clube.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros