Cacalo: a má fase do Rosario Central não garante um jogo fácil para o Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor04/03/2019 | 07h00Atualizada em 04/03/2019 | 07h00

Cacalo: a má fase do Rosario Central não garante um jogo fácil para o Grêmio

Clube possui uma certa tradição e é muito difícil de ser batido em seus domínios

Cacalo: a má fase do Rosario Central não garante um jogo fácil para o Grêmio Rosario Central / Divulgação/Divulgação
Rosario Central vem de uma série de jogos sem vitória Foto: Rosario Central / Divulgação / Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Nesta quarta-feira (6), começa para o Grêmio, na Argentina, a Libertadores. Enfrenta o Rosario Central. O time argentino não pode ser tratado como um dos grandes do seu país, se considerarmos como tal, os principais da capital. Refiro-me a Boca, River e Independiente, que é o maior vencedor da competição. 

Leia mais
Como chegam Grêmio, Universidad Católica, Libertad e Rosario Central para a estreia na Libertadores
Michel fica fora de treino e Grêmio deve ter Rômulo na Argentina
Priorizando o Argentino, Rosario Central deve escalar time misto contra o Grêmio

No entanto, a equipe de Rosario está logo em seguida numa escala de grandeza. Possui uma certa tradição e se torna muito difícil de ser batida jogando em seus domínios. Inclusive, tem boas participações em Libertadores, e até desclassificado o próprio Grêmio em 2016

Os resultados atuais mostram que a equipe argentina não vive um bom momento, tendo demitido seu técnico. No entanto, nada disso garante que o jogo será fácil. Muito pelo contrário. Quando um clube com algum passado histórico passa por dificuldades, a necessidade de superar tais problemas torna-se quase uma obrigação. São inúmeros os exemplos neste sentido. 

Humildade e suor

No futebol brasileiro, então, é comum a superação de maus momentos com novos e bons resultados decorrentes de transformações internas que se refletem dentro do campo. Cabe ao Grêmio o enfrentamento com a maior seriedade possível, respeitando o adversário, mas consciente de que tem equipe, tradição e qualidade para obter um resultado positivo. 

Tenho convicção de que está sendo feito um trabalho no Tricolor visando a superação em todos os sentidos desse adversário, com humildade e suor na camisa.

Assine GaúchaZH e fique por dentro de tudo o que acontece com a dupla Gre-Nal. Acesso ilimitado ao site!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros