Cacalo: entendo a raiva dos colorados contra o multicampeão Edilson - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor14/05/2019 | 07h00Atualizada em 14/05/2019 | 07h00

Cacalo: entendo a raiva dos colorados contra o multicampeão Edilson

Lateral-direito participou do famoso "minuto de silêncio" e jamais será perdoado

Cacalo: entendo a raiva dos colorados contra o multicampeão Edilson Marco Favero/Agencia RBS
Lateral foi expulso por agressão a jogador do Inter Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Para alguns, parece que o mais importante é levar vantagem, independentemente se houver conclusões diferentes sobre fatos semelhantes. Sou e sempre fui rigorosamente contrário à violência numa partida de futebol e na vida em geral. Quem comete tais atos deve ser punido dentro da lei esportiva. 

Se o atleta Edilson cometeu uma agressão em jogador do Inter, que se cumpra a lei, sendo julgado e, se for o caso, penalizado. Mas os hipócritas que ardorosamente defendem punição a Edilson deveriam ter agido da mesma forma em outras situações análogas. 

Leia mais
Súmula de Inter x Cruzeiro relata arremesso de copo em Edilson e invasão de campo
Como foi o pedido de desculpas de Edilson para Nico López
Mano Menezes critica Edilson por expulsão contra o Inter: "Nós não aprovamos agressividade"

Bolívar, quando ainda jogava no Inter, quebrou a perna do lateral Dodô, na época do Bahia. Muitos disseram que foi lance de jogo, e as fotos estão rolando nas redes sociais. 

Brenner, quando ainda jogava no Inter, quebrou as costelas do zagueiro Geromel num lance desleal de cotovelaço, e ouvi que não houve intenção. O lateral William, num Gre-Nal, esfacelou a mandíbula e o maxilar de Bolaños de forma criminosa. 

Ele quase interrompeu a carreira do atleta, que ficou vários meses afastados do futebol. As interpretações foram as mais esdrúxulas possíveis, inclusive de simulação de Bolaños.

Mostrem a sua cara

Mas entendo a raiva contra Edilson. Pelo Grêmio, foi multicampeão, participou do famoso "minuto de silêncio" e jamais será perdoado. Que seja punido se praticou violência, mas que os hipócritas mostrem a sua cara.

Ainda não tem o app Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros