Cacalo: Grêmio venceu, mas novamente apresentou um futebol lento - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor10/06/2019 | 07h00Atualizada em 10/06/2019 | 07h00

Cacalo: Grêmio venceu, mas novamente apresentou um futebol lento

Me chamou atenção, mais uma vez, a pouca intensidade física do time gremista 

Cacalo: Grêmio venceu, mas novamente apresentou um futebol lento Tadeu Vilani/Agência RBS
Equipe de Renato precisa ser mais vertical e aproveitar o centroavante com cruzamentos Foto: Tadeu Vilani / Agência RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

É verdade que o mais importante de tudo foram os três pontos somados, que afastaram o Tricolor da zona do rebaixamento. Mas, temos de analisar o desempenho. Enquanto esteve 11 contra 11, foi um jogo relativamente equilibrado, parelho, com o Grêmio tendo a iniciativa. No entanto, criava poucas chances de marcar. 

Novamente, apresentou um futebol lento, com excesso de passes laterais, sem verticalidade, com o time anulando seu próprio centroavante. Ainda assim, foi de Felipe Vizeu o único chute perigoso ao gol adversário — e de fora da área. Comecei a pensar que não sairíamos do 0 a 0. 

Leia mais
Ouça o gol de Pepê na vitória do Grêmio sobre o Fortaleza
Renato ressalta vitória e minimiza críticas ao Grêmio: "Somos culpados por termos viciado a torcida com grandes partidas" 
Grêmio garante não ter recebido proposta por Luan, mas observa mercado em busca de meias

A partir da expulsão injusta do jogador do Fortaleza, a equipe cresceu e passou a atacar com mais força, merecendo o gol que daria a vitória. Porém, mais uma vez, me chamou a atenção a pouca intensidade física do time gremista. 

Com exceção de Geromel, não se ganha bola aérea. Pepê talvez seja o único que vence na velocidade. O time tem dificuldade nas bolas divididas. Esses problemas de ordem física são amenizados pela alta técnica de alguns jogadores, como Maicon, o melhor em campo, e Jean Pyerre, que apresenta passes precisos, embora seja lento, às vezes omisso no jogo. 

Aliás, foi de um passe seu, de alta técnica e vertical, em profundidade, procurando a velocidade de Pepê que saiu o gol gremista.

Há muito o que melhorar

Mas foi um jogo difícil, com uma atuação não mais do que mediana, mesmo que tenhamos sido superiores ao Fortaleza. Há muito o que melhorar. O time precisa ser mais veloz, mais vertical, aproveitar o centroavante com cruzamentos.

Ainda não tem o app Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros