Cacalo: o Gre-Nal será de verdade? - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão tricolor20/07/2019 | 08h00Atualizada em 20/07/2019 | 08h00

Cacalo: o Gre-Nal será de verdade?

Como torcedor de futebol, gostaria que ambos fossem com suas equipes titulares

Cacalo: o Gre-Nal será de verdade? Marco Favero/Agencia RBS
Clássico deste sábado será válido pelo Brasileirão Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Circulam notícias de que Grêmio e Inter irão a campo no Gre-Nal 421 deste sábado com times reservas, ou pelo menos mistos. Como torcedor de futebol, gostaria que ambos fossem com suas equipes titulares. Mas respeito as decisões dos clubes, na medida em que as entidades que organizam o futebol estão se especializando em prejudicar o esporte, em nome não sei de quê. 

Leia mais
Gre-Nal 421: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da 11ª rodada do Brasileirão
Sem André, Kannemann e Léo Gomes, Grêmio relaciona 25 jogadores para o Gre-Nal 421
Grêmio encerra preparação para o Gre-Nal 421 com treino fechado

Não pensam nos torcedores, que dão sustentação aos clubes e ao futebol em si, pois pagam, na grande maioria das vezes, valores estratosféricos para assistir a uma partida. E ainda ficam sujeitos a lamentáveis equívocos de arbitragem, de infelizes participações do VAR e, em outras tantas oportunidades, de espetáculos de baixo nível técnico. 

O futebol virou, simplesmente, um negócio rentável para quem o comanda, no caso, as federações. Então, estamos sujeitos, com toda a razão daqueles que decidem, a assistir, novamente, um clássico com equipes mistas. 

Mudança para os próximos campeonatos

Claro que Gre-Nal sempre é Gre-Nal, mas a emoção seria muito maior com os times titulares. Passa a ser, desta forma, uma chance de serem lançados jogadores jovens inexperientes, ou mesmo atletas maduros, mas que não vêm tendo oportunidade de atuar. 

Nessas condições, o espetáculo vai depender da presença do torcedor, que costuma não abandonar seu time do coração, mesmo sabendo das característica do jogo e que, na semana seguinte, haverá partida pela Libertadores. Ficaríamos satisfeitos se esse mau exemplo de organização servisse de modelo de como não se faz futebol. E que houvesse mudança para os próximos campeonatos. Duvido!

Ainda não tem o app Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros