Cacalo: o rugido que não ecoou nas decisões - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor20/09/2019 | 08h00Atualizada em 20/09/2019 | 08h00

Cacalo: o rugido que não ecoou nas decisões

 Pode existir arrogância e soberba igual a que alguns têm quando falam que são imbatíveis nos seus domínios?

Cacalo: o rugido que não ecoou nas decisões Mateus Bruxel/Agencia RBS
Inter perdeu a final da Copa do Brasil em casa Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Algumas pessoas acusam a nós, gremistas, de não termos a devida humildade quando tratamos dos fatos de futebol. Com certeza, não sabem o que estão falando. Pode existir arrogância e soberba igual a que alguns têm quando falam que são imbatíveis nos seus domínios? Penso que não, por uma série de razões. 

Leia mais
Campeão da Copa do Brasil, Athletico-PR é recebido com festa da torcida em Curitiba
André nega festas em seu apartamento e diz que barulho foi em comemoração de gol do Athletico-PR
Léo Moura larga na frente para ser titular do Grêmio contra o Flamengo

Jamais um clube de futebol, por seus dirigentes, profissionais e torcedores, podem fazer esta afirmação de invencibilidade plena dentro de sua casa, ou em qualquer outro local, porque futebol é absolutamente imprevisível. Depois, porque não há, nem nunca houve, uma equipe que tivesse qualidade suficiente para bancar esta afirmação. 

Poderá aparecer alguém, para me contrariar e dizer que o percentual de resultado positivo dentro de casa é de 90%. Ocorre que, tal número pode ser verdadeiro, mas se apontarmos para as decisões, exclusivamente, o percentual de aproveitamento é de 0% e me refiro somente a 2019. Muitas pessoas levaram esta ilusão aos torcedores colorados de boa fé, nas duas grandes decisões deste ano, contra Flamengo e Athletico-PR e a frustração foi geral . 

Arrogantes e soberbos

Reconheço que o Inter tem bons jogadores, uma boa equipe, mas, daí até serem eleitos como os melhores do país, vai uma distância muito longa. Há jogadores e jogadores, alguns que são craques durante todo o ano e não cito nomes, mas, nas decisões, desaparecem. No entanto, os arrogantes e soberbos, não fazem esta distinção. Permitem, ao final dos tempos, que o tal rugido, nas decisões, não seja ouvido.

 Ainda não tem o app Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros