José Alberto Andrade: a história já está marcada e quanto mais Gre-Nal, melhor - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Decisão24/01/2020 | 08h00Atualizada em 24/01/2020 | 08h00

José Alberto Andrade: a história já está marcada e quanto mais Gre-Nal, melhor

Grêmio e Inter se enfrentam na final Copa São Paulo de Futebol Júnior

José Alberto Andrade: a história já está marcada e quanto mais Gre-Nal, melhor Montagem sobre fotos de Leonardo Fister/Inter e  / Guilherme Rodrigues/GR Press, Grêmio/Divulgação/Guilherme Rodrigues/GR Press, Grêmio/Divulgação
Inter e Grêmio fizeram bonito do começo ao fim da Copa SP Foto: Montagem sobre fotos de Leonardo Fister/Inter e / Guilherme Rodrigues/GR Press, Grêmio/Divulgação / Guilherme Rodrigues/GR Press, Grêmio/Divulgação
José Alberto Andrade
José Alberto Andrade

ze.alberto@rdgaucha.com.br

A decisão gaúcha na Copinha é uma notícia extraordinária para nosso futebol, e um momento que precisa ser muito bem curtido. A história já está marcada, e os cavalos serão amarrados no Pacaembu. Da mesma maneira, vale a torcida para o Inter passar na pré-Libertadores: assim, dois clássicos marcarão a disputa sul-americana na fase de grupos, onde já está o Grêmio. Quanto mais Gre-Nal com projeção nacional e internacional, melhor.

Leia mais
O dia do Grêmio em um minuto: as notícias mais importantes do Tricolor nesta quinta-feira
Gre-Nal decisivo da Copa São Paulo terá duas torcidas e entrada gratuita no Pacaembu
Como foi o rival do Inter na pré-Libertadores em seu primeiro jogo no ano

Com ingressos gratuitos, existe risco no Gre-Nal da decisão da Copa São Paulo. É preciso cuidar a presença de infiltrações por parte de facções de torcedores dos clubes paulistas, que muitas vezes possuem afinidades com grupos dos times gaúchos. A Copinha já teve cenas lamentáveis em sua história, mas nunca envolvendo a gauchada. Que siga assim. É festa. Temos de mostrar que aqui existe a torcida mista e exportar esta marca.

Reforços?

Thiago Neves é uma convicção e um sonho antigo de Renato, como foram Carlos Alberto — lembram? —, Diego Tardelli e Marinho. Respeite-se, ainda que os outros não tenham dado a resposta esperada. Já a possibilidade de Diego Souza voltar é quase inacreditável, especialmente se pensam nele para centroavante, posição na qual só funcionou no Sport Recife. André, também um pedido do treinador, foi rei por lá com bem menos idade e peso.

Tanque cheio

As presenças de D'Alessandro, Guerrero e dos demais titulares no jogo do próximo domingo (26), contra o Pelotas, deixam o Inter com cara de Libertadores em pleno Gauchão. Será praticamente a única oportunidade de Coudet usar o time-base que enfrentará a Universidad de Chile. Se funcionar, tudo bem. Caso contrário, não haverá mais tempo para ensaios, e a equipe vai ter de "pegar no tranco".

Ainda não tem o app Colorado ou Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter ou o Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros