José Augusto Barros: vamos dar tempo para Vanderlei  - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor24/01/2020 | 09h00Atualizada em 24/01/2020 | 09h00

José Augusto Barros: vamos dar tempo para Vanderlei 

Prefiro que ele erre contra o Caxias do que contra o Flamengo

José Augusto Barros: vamos dar tempo para Vanderlei  Marco Favero/Agencia RBS
Vanderlei estreou pelo Grêmio na partida contra o Caxias Foto: Marco Favero / Agencia RBS

É no mínimo curioso ouvir as críticas de alguns gremistas e de um ou outro colega de imprensa ao goleiro Vanderlei, que fez sua estreia contra o Caxias. Assisti ao jogo perto de torcedores que não conhecia e fiquei ouvindo comentários do tipo "imagina se o Paulo Victor toma um gol desses?", referindo-se ao segundo gol do Caxias, falha de Vanderlei reconhecida por ele e por Renato

Leia mais
Representante viaja à Europa para negociar Everton com clube inglês
Maicon fala sobre Thiago Neves e Diego Souza: "Se chegarem, estarão motivados"
Confira os números dos estreantes do Grêmio contra o Caxias

Falha, aliás, que é do jogo. Prefiro que ele erre contra o Caxias do que contra o Flamengo, por exemplo. Mas, antes de sentar a lenha em Vanderlei, como já vejo muitos fazendo, é preciso colocar as coisas em seus devidos lugares.

Paulo Victor assumiu a titularidade no começo de 2019 após a saída de Grohe. No Gauchão, não teve atuações maravilhosas, mas terminou o campeonato consagrado pela grande atuação que teve na final, no Gre-Nal que nos deu o título. Sofria contestação aqui e ali, mas, mesmo sendo um goleiro insuficiente, teve tempo para tentar mostrar a que veio. 

Vieram as competições fortes, ele teve muitas falhas, mostrou insegurança e, aí, começaram as críticas mais fortes, com razão. Porém, elas vieram depois que demos um bom tempo para Paulo Victor se ambientar ao time, teve inúmeros jogos para provar sua qualidade. Não deu certo, é do jogo.

Quase desumano

Agora, julgar Vanderlei pela falha em um jogo, ainda mais levando-se em conta que ele estava totalmente sem ritmo de jogo, pois atuou pouco em 2019, é quase desumano. Ele é um baita goleiro, um dos melhores do país. Até pode não dar certo aqui, mas a parte genial da torcida, e da imprensa, que tudo sabem, podia esperar, ao menos, um cinco jogos para crucificá-lo, não é?

Ah, e sobre outro argumento que ouvi, que ele não serve para o clube pois era reserva do Santos, é um argumento tão fraco que nem precisamos perder muito tempo para derrubá-lo. Ele estava na reserva do time paulista por uma decisão exclusiva, e polêmica, de Jorge Sampaoli: o fato de que ele não sabia jogar com os pés. 

Até onde sei, ele não foi para a reserva do Santos por motivos técnicos, e era ídolo da torcida nos últimos anos. Mas, aqui na aldeia, é assim: tem (muita) gente que se acha mais realista do que o rei.

Ainda não tem o app Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros