Cacalo: temos de ter cuidado com o "grande momento" que vive o Inter - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor11/03/2020 | 07h00Atualizada em 11/03/2020 | 07h00

Cacalo: temos de ter cuidado com o "grande momento" que vive o Inter

A mídia especializada, com quase unanimidade, afirma que o rival está em boa fase

Cacalo: temos de ter cuidado com o "grande momento" que vive o Inter André Ávila/Agencia RBS
No primeiro clássico Gre-Nal de 2020, vencemos o "Liverpool" do Rio Grande do Sul no Beira-Rio Foto: André Ávila / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Começo esta coluna repetindo, talvez, o que não precisa ser repetido. Obviamente, como torcedor do Grêmio, desejo, com todas as minhas forças, uma grande vitória tricolor no primeiro Gre-Nal da história da Libertadores. Mas é um clássico e nosso adversário vive um grande momento. Pelo menos, isso é o que afirma, quase com unanimidade, a mídia especializada. 

Leia mais
Colunistas opinam: qual o jogador pode ser o diferencial no Gre-Nal?
Demografia tricolor: onde nasceram os jogadores do Grêmio inscritos na Libertadores
Cacalo: Grêmio enfrentará o Liverpool do sul do Brasil

Racionalmente, porém, há duas formas de avaliarmos o jogo. Em tese — e levando em consideração um levantamento que está sendo feito sobre Gre-Nais com lotação quase plena na Arena —, há uma forte prevalência de empates. No entanto, entendo que o motivo para isso é a rivalidade do clássico, pela qual, muitas vezes, as forças se igualam. Então, nada de anormal num empate em Gre-Nal. 

Por outro lado, embora não seja garantia de bom resultado, há de se entender, também baseado em números, que o Tricolor tem levado vantagem, sem perder desde 2018. O retrospecto pode alcançar o espírito de alguns, especialmente quem carrega o peso de poucas vitórias recentes. 

Melhor futebol

Porém, pela grandeza dos clubes, tenho convicção que numa partida como essa, apesar de eventual benefício ou prejuízo anímico, o futebol jogado terá prioridade para decretar o vencedor. As questões paralelas e verdadeiras ficarão na periferia do clássico. Enfim, neste momento, na situação atual dos clubes, quem praticar o melhor futebol leva os três pontos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros