Guerrinha: a grana que pode pintar nos cofres do Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Reforço no caixa03/04/2020 | 08h00Atualizada em 03/04/2020 | 08h00

Guerrinha: a grana que pode pintar nos cofres do Grêmio

Tricolor ainda detém 15% dos direitos econômicos de Tetê, sondado pela Roma

Guerrinha: a grana que pode pintar nos cofres do Grêmio Divulgação Shakhtar Donetsk/
Atacante nem chegou a jogar pelo profissional do Grêmio Foto: Divulgação Shakhtar Donetsk

Pode pintar um reforço de caixa.

Leia mais
Primeiro filho, paralisação no futebol e pênalti no Mundial de 2017: uma conversa com Ramiro, ex-Grêmio
Quanto o Grêmio já lucrou com as trocas de clube de Alex Telles na Europa
Líder em desarmes e rebatidas no Gauchão, Paulo Miranda comemora números: "Dão inspiração"

Consciente de que a parada obrigatória vai causar prejuízos financeiros, o Grêmio pode atenuar o prejuízo com a possível venda de Tetê, que nem vestiu a camisa dos profissionais na Arena e está na mira da Roma.

Se o negócio realmente ocorrer, o Tricolor deposita uma grana bem menor do que se entregasse Everton ou Pepê para algum europeu, mas nessa hora complicada, de quedas de receitas e manutenção de despesas, tudo o que entra de grana é sempre motivo de comemoração.

 Silêncio

Mais uma semana se passou e, até agora, a milionária CBF, que precisa dos clubes para a roda girar, segue em total silêncio a respeito de ajuda financeira aos mais necessitados.
Pelo jeito, a entidade maior do futebol vai sentar em cima do lucro e deixar a turma na pior.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros