José Alberto Andrade: as razões para a volta da dupla Gre-Nal ao trabalho - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Gigante da Galera07/05/2020 | 07h00Atualizada em 07/05/2020 | 07h00

José Alberto Andrade: as razões para a volta da dupla Gre-Nal ao trabalho

Treinos não servem como pressão, mas são importantes para os clubes

José Alberto Andrade: as razões para a volta da dupla Gre-Nal ao trabalho Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Cuidados especiais são tomados no CT Parque Gigante, do Inter Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
José Alberto Andrade
José Alberto Andrade

ze.alberto@rdgaucha.com.br

Zé Alberto ocupa o espaço Gigante da Galera durante as férias de Luciano Périco

É importante Grêmio e Inter estarem em atividade. Por mais que pareça estranho e contrário às orientações das autoridades em saúde, há de se observar o cumprimento minucioso de protocolos muito rígidos.

Leia mais
Contenção de gastos e avaliações diárias: como o Grêmio enfrenta a queda na arrecadação
Índio desabafa após ser demitido do Inter: "Não esperava ser tratado assim por um clube pelo qual dei a vida"

A presença de gente com jeito de astronauta a medir temperatura e observar os jogadores, os profissionais mascarados e os vestiários interditados nos dão a dimensão da dificuldade em se pensar em jogos antes de julho, mas mostram que os dois grandes clubes do Rio Grande do Sul estão ativos e fazendo o que podem, dentro do que é permitido. 

Não se ouviu até agora nenhuma palavra que possa ser interpretada como pressão gremista ou colorada para a volta dos jogos. Ninguém fala em "futebol já". Apenas está havendo uma prova de sobrevivência de duas das mais caras instituições gaúchas. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 06/05/2020- Preparativos para o treino do Grêmio no CT Luiz Carvalho. O treino será com portões fechados. Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS<!-- NICAID(14493452) -->
No CT Luiz Carvalho, Grêmio também adota medidas extraordináriasFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Havendo a necessidade de voltar atrás, certamente será feito um recuo sem nenhum constrangimento. A atividade da dupla Gre-Nal, segura e controlada, dá uma satisfação aos torcedores, permite prever que associados mantenham mensalidades em dia e cria uma visibilidade que não desagrada patrocinadores. Isso sem falar que é, ainda que parcialmente, a oportunidade para os atletas trabalharem.

Indefinição

A final do Gauchão 2020 pode nem acontecer. A hipótese de se jogar o que resta numa cidade apenas é como se quiséssemos nos livrar da competição e parece pouco viável.

Encerrar a disputa do jeito que parou cria a discussão de se ter ou não campeão. Seria lógico entregar o título ao Caxias, único que ganhou algo até agora. O certo, porém, é que ninguém pode ser rebaixado.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros