Luciano Périco: um negócio melhor do que a encomenda para o Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Cofre cheio30/06/2020 | 07h00Atualizada em 30/06/2020 | 07h00

Luciano Périco: um negócio melhor do que a encomenda para o Grêmio

Ida de Arthur para a Juventus fará o Tricolor faturar recursos fundamentais em tempos de crise

Luciano Périco: um negócio melhor do que a encomenda para o Grêmio Lluis Gene/AFP
Arthur assinou por cinco anos com a Juve Foto: Lluis Gene / AFP

O Grêmio comemora a confirmação da transferência de Arthur do Barcelona para a Juventus. Os 3,5% que o Tricolor tem direito pelo mecanismo de solidariedade da Fifa serão de extrema importância no momento de crise financeira imposta pela pandemia. Como o negócio girou na casa de 72 milhões de euros (R$ 442 milhões), entram nos cofres gremistas algo próximo a R$ 16 milhões. 

A negociação tem mais um detalhe importante. Os gremistas passam a torcer para o Barça conquistar a Liga dos Campeões da Europa — precisa eliminar o Napoli no jogo de volta na fase de oitavas de final. Com o título do time espanhol, o Grêmio faturaria, como uma espécie de bônus definido quando da venda de Arthur, mais 1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões). 

Leia mais
Adaptação tática, problemas físicos e financeiros: as causas para a saída de Arthur do Barcelona
Arthur fala sobre ida para a Juventus: "Muitos desafios nos esperam"
O prazo e quem vai pagar os R$ 15 milhões do Grêmio por Arthur

A transferência de Arthur para o Barcelona em 2018 é o típico negócio bem amarrado. Além de ter recebido um alto valor na época, cerca de R$ 120 milhões, o Grêmio criou uma série de gatilhos para aumentar os ganhos de acordo com o desempenho do atleta na Europa. 

Com a renegociação recente dos salários dos atletas, o presidente Romildo Bolzan Jr garante ter fluxo de caixa para cumprir os compromissos pelos próximos meses. Muito dinheiro que chega na hora certa.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros