Cacalo: a passagem de Everton pelo Grêmio será inesquecível - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Tricolor13/08/2020 | 09h00Atualizada em 13/08/2020 | 09h00

Cacalo: a passagem de Everton pelo Grêmio será inesquecível

Temos que reconhecer que tivemos no nosso time um craque acima da média e um cidadão exemplar

Cacalo: a passagem de Everton pelo Grêmio será inesquecível Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Tenho plena certeza que ele fará sucesso absoluto no Velho Mundo Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

É impossível para um gremista não referir o vídeo de despedida que o grande Everton postou nas redes sociais. Particularmente, nunca tinha visto nada parecido, vindo de um atleta profissional. É impressionante a identificação do craque Everton com seu clube. 

E vejam que ele nem gaúcho é, pois é nascido no Ceará. São centenas de torcedores tricolores chorando na literal acepção da palavra, ao assistirem a matéria publicada pelo atacante. Confesso que não sei se atribuo tudo a força do clube, a glória da camisa tricolor ou ao carinho e generosidade do atleta ou a todos os fatos juntos. 

A verdade é que Everton homenageou a todos nós gremistas, com a força do seu coração e reconhecimento incrível ao clube. Repito o que já disse e escrevi: ao invés dele agradecer ao Grêmio, nós gremistas seremos eternamente gratos a todas as alegrias que ele nos proporcionou. E esse vídeo que ele postou nas redes sociais foi para fazer chorar os corações tricolores. 

Leia mais
Everton se despede do Grêmio nas redes sociais: "Levarei na memória lembranças muito boas"
Para "alçar voos maiores", Everton embarca a caminho de Portugal
Veja quais são os próximos atacantes pela esquerda na linha sucessória do Grêmio

É difícil um profissional com este caráter, com esta personalidade, com esta afinidade com o Grêmio, enfim, temos que reconhecer que tivemos no nosso time um craque acima da média e um cidadão inesquecível. Vamos ter que acostumar a torcer para nosso clube, sem vê-lo com a camisa 11. Vai ser difícil, mas a vida vai nos ensinar a conviver com a equipe sem ele. E temos plena certeza que ele fará sucesso absoluto no Velho Mundo, pois técnica, habilidade e força de vontade não faltarão.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros