Cacalo: tomara que os pontos deixados no Ceará não faltem para o Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Tricolor14/08/2020 | 09h00Atualizada em 14/08/2020 | 09h00

Cacalo: tomara que os pontos deixados no Ceará não faltem para o Grêmio

Entendo que às vezes seja prudente poupar titulares, mas não tenho certeza da efetividade disso no começo do campeonato

Cacalo: tomara que os pontos deixados no Ceará não faltem para o Grêmio Jarbas Oliveira/Folhapress
Reservas do Grêmio empataram com o Ceará na segunda rodada do Brasileirão Foto: Jarbas Oliveira / Folhapress
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

A minha experiência em dirigir departamento de futebol me faz crer que muitas vezes a preservação de alguns jogadores importantes, visando objetivos futuros, é a melhor decisão diante de fatos concretos. No entanto, há momentos adequados para que essa atitude seja a mais acertada, após intensa avaliação interna. Fico imaginando a extensão da decisão do Grêmio de poupar jogadores na segunda rodada do Brasileirão.

Repito, sou favorável, desde que haja motivo suficiente para tanto. Não me parece ter sido o caso deste momento no campeonato brasileiro. Ainda mais, em se tratando de quase uma equipe inteira. Quero acreditar que essa tenha sido uma decisão institucional, não partindo exclusivamente do técnico Renato. Penso que não se pode afastar uma equipe quase que inteira, salvo se há motivos outros que desconhecemos.

Leia mais
Diogo Olivier: O aviso que o empate no Ceará dá ao Grêmio
9 camisas 9 para Renato: opções de centroavantes para o Grêmio
Diego Souza x André: a comparação de quanto custou cada gol dos centroavantes no Grêmio

Creio também que não se pode, pura e simplesmente, imaginar que jogos disputados, mesmo em sequência, levarão a lesões futuras, que impossibilitem atuações posteriores. Porém, se há sinais concretos de desgaste, perfeitamente cabível a preservação de alguns jogadores.

Caso contrário, teremos em campo uma equipe desentrosada, mesmo que muito esforçada, como foi aquela contra o Ceará. Foram dois pontos que podem fazer falta. Estou entre aqueles que, pela grandeza do Grêmio, qualidade e quantidade do elenco, salvo situações excepcionais, devemos jogar sempre com força máxima

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros