Cacalo: Gre-Nal para arrumar a casa - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão tricolor22/09/2020 | 08h00Atualizada em 22/09/2020 | 08h00

Cacalo: Gre-Nal para arrumar a casa

Equipe de Renato Portaluppi tem plenas condições de buscar um bom resultado

Cacalo: Gre-Nal para arrumar a casa Lucas Uebel / Grêmio FBPA/Grêmio FBPA
Renato comandará o Grêmio em mais um clássico Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Grêmio FBPA
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

O Gre-Nal de quarta-feira não tem o peso de decidir classificação, nem vale título de competição. Mas, pela grandeza e importância que tem o clássico, sempre terá forte repercussão. Embora venha de duas derrotas no Brasileirão, o Inter está muito bem colocado na tabela. Por outro lado, o Grêmio não vem cumprindo boas atuações, mesmo que na última partida tenha melhorado de desempenho.

Se formos usar a razão, podemos dizer que o Inter vive melhor momento, mesmo que não seja o ideal. Mas, historicamente, sabemos que Gre-Nal é Gre-Nal, e normalmente não há favorito, apesar de que um ou outro possa estar passando por uma fase mais favorável.

Dito isso, penso que, como gremista, gostaria que o Tricolor tivesse condições de colocar em campo aquilo que tem de melhor. Para tanto, é necessário que muitos atletas deixem o departamento médico. Mesmo que não tenham as ideais condições, com qualquer chance mínima deverão ir para o jogo. Claro, sempre resguardadas as questões médica e física.

Leia mais
"Lei do silêncio" e blindagem: a operação de Grêmio e Inter para esconder as escalações do Gre-Nal
Com Leonardo Gomes e Victor Bobsin, Grêmio amplia lista de inscritos na Libertadores
Corinthians x Grêmio: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da 1ª rodada do Brasileirão sub-20

Não tenho dúvida de que o Grêmio tem plenas condições de obter bom resultado, e o passado recente mostra isso. Mas precisamos respeitar o tradicional adversário, que virá mordido pela ausência de vitórias.

Sem violência nem erros

Quero que o clássico de amanhã seja um Gre-Nal de futebol jogado sem violência. E sem que a arbitragem seja responsabilizada, independentemente de quem seja o vencedor.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros